10 motivos para sair da caderneta de poupança

107 Flares Facebook 51 Twitter 45 Google+ 4 107 Flares ×

É de conhecimento geral que os rendimentos da caderneta de poupança têm perdido atratividade ano após ano. Mesmo com a isenção do imposto de renda, a poupança já não é mais a mesma.

Escrevi o artigo “Porque não aplicar na poupança“, onde expliquei porque a caderneta de poupança não é um investimento e mostrei algumas situações onde é recomendado utilizá-la.

Entretanto, lendo reportagens sobre o assunto, encontrei 10 razões para deixar a poupança, de acordo com o educador financeiro Álvaro Modernell, e resolvi compartilhá-las com vocês, por entender que ele foi muito feliz em todas as justificativas.

1. Baixa rentabilidade

Essa não poderia deixar de ser a primeira justificativa. Com as recentes perdas, investimentos em títulos públicos, por exemplo, ficaram muito mais atrativos e são igualmente seguros.

2. Maior maturidade para o mercado de ações

Com a quantidade de informações disponíveis sobre este investimento, aliado ao conhecimento sobre os riscos e possibilidades de retorno no longo prazo, está na hora de avaliar a migração de parte do seu capital para fundos de ações ou até mesmo o investimento direto em ações, caso já esteja preparado.

3. Necessidade de diversificação

Na busca pelo aumento da rentabilidade da carteira de investimentos e diluição dos riscos, é importante pensar na diversificação. Nunca é demais lembrar que não devemos por todos os ovos numa mesma cesta.

4. Tendência de queda para taxa de juros de longo prazo

Apesar da Selic ter subido nos últimos meses e ainda ter espaço para mais altas, a tendência é que ela retorne aos patamares abaixo de dois dígitos no longo prazo. Então é importante aproveitar o período atual para investir, pois daqui a alguns anos, uma diferença de 2% ou 3% ao ano na rentabilidade da sua carteira será bem relevante.

5. Boas perspectivas econômicas

As perspectivas econômicas e políticas do Brasil indicam um longo período de relativa estabilidade e crescimento. Esses fatores diminuem o risco de vários investimentos, possibilitando que os investidores sejam menos conservadores e arrisquem parte do capital em busca de maiores rentabilidades.

6. Solidez do Sistema Financeiro Nacional

A confiabilidade existente em nosso SFN, notadamente aumentada pela forma como o Brasil superou a crise de 2008 e pelas políticas de proteção bastante conservadoras do Banco Central, permite que o investidor “se aventure em outras praias”, sempre evitando os investimentos mais exóticos ou com pouca informação.

7. Aposentadoria complementar

Com o aumento da longevidade da população aliado às incertezas quanto aos proventos do INSS, faz-se necessário investir parte do capital em previdência complementar. Isso pode ser feito através de planos de previdência privada ou montando sua própria carteira de investimento, balanceando com títulos públicos e ações com foco em empresas que pagam bons dividendos.

8. Crescimento da educação financeira

Com o aumento da quantidade de informações com qualidade sobre o assunto, a população está cada vez mais educada em termos de finanças. Com isso, muita gente tem se preocupado em economizar nos gastos e investir o dinheiro que sobra e, para isso, estão conhecendo cada vez mais as opções de investimento existentes além da poupança.

9. Queda do poder aquisitivo da poupança

Outro fator importante é que, além da rentabilidade da poupança ter reduzido consideravelmente, a inflação tem subido, diminuindo assim o poder de compra da poupança. Para entender esse impacto, a poupança fechou 2010 com um rendimento de 6,9%. Se considerarmos o rendimento real (descontando a inflação do ano passado: 5,90%), chegaremos ao valor de 0,94% a.a. Muito pouco para chamá-la de investimento.

10. Estímulos fiscais

Não é apenas a poupança que é isenta do imposto de renda. Investimentos em fundos imobiliários, letras de crédito imobiliário (LCI) ou certificados de recebíveis imobiliários (CRI) também são isentos.

Além disso, o governo federal oferece incentivos para investimentos de longo prazo, como redução da alíquota do IR para investimentos acima de 2 anos ou a possibilidade de deduzir parte do imposto a ser pago através de investimento em PGBL, por exemplo.

Você já migrou parte do seu capital para outros investimentos?

Como escrevi, é importante migrar uma parte do capital para outras alternativas de investimentos, no intuito de aumentar seus ganhos e alcançar a indepedência financeira o quanto antes.

Se ainda tiver dúvidas ou quiser compartilhar com os demais leitores sua opinião, deixe um comentário!

Assine (é grátis)

Cadastre seu email e receba gratuitamente as atualizações do Quero Ficar Rico!


Atingiu a liberdade financeira e quer ajudar outras pessoas a alcançarem o mesmo objetivo. Continue lendo aqui!

  • Leonardo

    Assim que comecei a trabalhar e receber salário fixo, fui pesquisando sobre as melhores oportunidades de aplicação, mas enquanto não a localizava deixei na poupança, acabei acumulando uns 30 mil em doi anos, e como localizei um rendimento melhor que é o Tesouro direto, migrei sem sombra de duvidas para tal. E com certeza foi bem mais rentável. E recomendo a todos os iniciantes ou veteranos.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      O caminho é exatamente esse. Não devemos sair da poupança apenas porque o rendimento não é bom e partir para qualquer coisa. Antes de tudo, é necessário estudar bastante outras alternativas e tirar todas as dúvidas.

      Abraço!

  • Emerson

    Recomendo fundos de Índice de Preço (Banco do Brasil tem um ótimo), GWI Dividendos e PRSV11.
    Vale verificar.

    Um grande Abraço.

  • Rodrigo

    Oi, Rafael! Parabéns pelo blog!

    A partir de qual quantia já é interessante abandonar a poupança para partir para investimentos mais sofisticados? E como um iniciante pode começar a investir em fundos, títulos e certificados sem ter o “traquejo”do meio dos investidores?

    Grato!

    • Adonay

      Eu sigo a regra de ter pelo menos 2x o meu consumo médio mensal na poupança ou RF curto prazo, apenas para urgência, tendo em vista que os investimentos miram o longo prazo e não seria bom mecher neles por qualquer coisa. Tudo o que sobra vai para um dos meus investimentos: bolsa, tesouro direto, etc…

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Adonay lembrou de algo muito importante: fundo de emergência. É importante mantermos na poupança um montante que dê conta de 3 a 6 vezes o orçamento mensal, para se proteger contra imprevistos.

      O que passar disso pode (e deve) ser investido em outras alternativas. Mas antes é necessário estudar as opções, tirar as dúvidas e decidir qual(is) se adequa(m) melhor ao seu perfil de investidor e objetivos financeiros.

      Abraço!

  • Fabrizio

    Eu utilizo a poupança apenas pela comodidade. Meu plano é sempre que retornar ao Brasil, utilizar o meu saldo em poupança para fazer uma aplicação. Na última vez em que fui, resgatei todo o meu saldo, ficando literalmente com nada na poupança, e apliquei tudo no LCI. Da próxima vez pretendo aplicar em algo diverso, quem sabe o Tesouro Direito. Apesar de que acredito que o LCI oferece muito mais, porem, acredito que diversificar é uma coisa extremamente importante. Acredito que poupança nunca foi investimento. Desde que ela acompanhe ou talvez ultrapasse um pouco a inflação, ela apenas nao deixa de ser o que o nome diz. Poupança. É apenas um colchão que te paga correção monetária.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Nada impede que essa estratégia seja utilizada. O importante é estar protegido de imprevistos e, ao mesmo tempo, buscar melhores rentabilidades, gerenciando os riscos existentes.

      Abraço!

  • Precavido.com

    Estou com mais de setenta mil em CDB e mais setenta em renda fixa que foi retirado (migrado) da minha poupança (que só tem alguma reserva p/ emergências)há dois anos e pretendo deixálos lá por mais três anos. Valeu mesmo a pena? Tive algum prejuízo em mudar ?

  • Precavido.com

    Só pra completar…. a renda fixa do meu banco tem taxa de 1% a.a (fora o IR)Valeu a pena??? e o CDB tá rendendo mais, mesmo com os impostos cobrados?? grato

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      A taxa de administração está bem alta, mas certamente foi melhor que deixar na poupança. Dê uma olhada nos títulos públicos.

      Abraço!

    • Harddica

      Baseando que sua pergunta tem mais de 1 ano se você continuar investindo na renda fixa vai perder dinheiro agora que a Selic está em baixa o melhor é deixar o dinheiro na poupança e procurar um investimento mais rentável, renda fixa agora está fora de cogitação.

      • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

        Qualquer CDB que rende mais que 95% do CDI ou a LFT (título público indexado à taxa Selic) é melhor que a poupança, mesmo com a incidência do imposto de renda.

        Isso porque a poupança, após as mudanças, está rendendo apenas 70% da Selic (+ TR).

        Abraço!

  • http://www.obolsodabombacha.blogspot.com Valdemar Engroff

    Boa tarde

    Em casa somos quatro: eu, a esposa e as filhas (20 e 13 anos). Falta apenas a filha de 13 conseguir o seu CPF para tque ela também se torne, como nós, uma investidora num clube de investimentos.

    Temos todos as nossas contas de poupança, mas as gurias não precisam disto, devido ao baixo rendimento como descreves no chasque (texto). Além disso elas já tem um VGBL com 49% em renda variável.

    E o clube, pra mim e a esposa, é a porta de entrada no mercado acionário, para, no futuro, incrementar-mos a nossa complementação da aposentadoria, somada ao meu fundo de pensão e PGBL e ao VGBL da esposa.

    Nunca tinha parado para pensar sobre fundos imobiliários. Me chamou a atenção ontem na Dérivés Investimentos (afiliada da XP) em Porto Alegre, quando assisti uma palestra e foram mostradas as diferenças de um imóvel x participação em um fundo imobiliário, através da compra de cotas. E achei muito interessante, especialmente.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      É muito legal ter iniciativas como esta e repassar os ensinamentos para os filhos. Em relação aos fundos imobiliários, realmente se trata de um belo investimento, com grandes vantagens em relação ao investimento em imóveis.

      Abraço!

  • Jaqueline

    Olá,
    Estou tentando diversificar meus investimentos e pensei em investir em ações. No entanto, meu banco cobra R$ 20 por cada trasação feita pelo homebroker. Eu achei muito caro, porque pretendia fazer um investimento baixo inicialmete, cerca de R$ 1000. Gostaria de saber se o valor cobrado pelo meu banco está dentre dos valores cobrados em outros bancos ou corretoras, ou se de fato é possivel encontrar valores menores.
    Obrigada.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Está caro, Jaqueline. Se você tiver menos de 23 anos, o Easynvest oferece um ano de operações gratuitas. Se você tiver mais, tem a TOV, que cobra R$ 5,00. Lembre-se, entretanto, que preço não é o único fator a ser analisado.

      Abraço!

  • http://investindo-todo-mes.blogspot.com/ http://investindo-todo-mes.blogspot.com/

    Boa ,,, essa vai para o meu chefe que defende a poupança com unhas e dentes hehehe

    ITM

  • Edivânia França

    Boa tarde,
    obrigada pelas informações, tem sido bastante importante pra mim,visto que busco minha indepência financeira.
    Tenho 8.000,00 na poupança em diferentes bancos, mas gostaria de migrar para algum investimento que mim desse melhor rendimento, qual você aconselha?

  • Fernanda

    Olá Pessoal …Ola Rafael

    Rafael sou uma profissional CLT e tenho aproximadamente 13.000 em FGTS como tenho um excelente relacionamento com a diretoria estava pensando em resgatar esse FGTS e aplicar em Titulos Publicos ou CDB o que vc acha? Ja que o FGTS esta rendendo a bagatela de 3% a.a. hehehehe.

  • Marcia

    Rafael,

    Posso utilizar o FGTS para aplicar em Títulos Públicos?

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Não, Marcia.

      Leia o artigo “Saiba quase tudo sobre o FGTS” para saber mais sobre o tema.

      Abraço!

  • Wagner

    Rafael, ultimamente venho pesquisando muito sobre investimentos e são tantas opções que confesso, estou na dúvida. Não sei realmente onde investir. Ultimamente venho investindo na poupança mesmo mais como uma emergência. Eu costumo dizer brincando que é um FAQ (Fundo de Amparo a Quebradeira). Vendo essa artigos e outros queria muito investir em fundos de ações. Você recomenda? Como colega ai disse quero ter um FAQ na poupança e investir em algo para longo prazo. São muitas informações e muitos investimentos, ou seja, fico muito na dúvida em qual investir. Também venho participando desses simulados de ações (follha invest). Fiquei bastante empolgado.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Não gosto de fazer recomendações, mas posso te falar o que penso sobre o assunto. Fundos de investimento em ações são uma boa forma de começar a investir em ações, pois diminui consideravelmente o risco desse investimento, pois existe um gestor experiente que administra o fundo.

      Minha única ressalva é quanto à taxa de administração. Sugiro que você não aceite pagar mais de 2% a.a.

      Abraço!

  • Alcimar

    Estive estudando melhores investimentos para usar como colchão de segurança, nesse caso colocando a liquidez como prioridade, fiquei entre fundos de renda fixa, poupança e CDB( não inclui Tesouro Direto pq quando se retira antes do prazo ele fica como um investimento de variavel podendo ter até perda) e contando as taxas de Adm e IR pra quem tem menos de 50mil pra investir a poupança é a que deu maior rentabilidade no ano passado. Então não acredito que seja ruim para o fim de guardar dinheiro. Já para rentabilidade, ha coisas mais arriscadas que dão melhores resultados.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Existem vários fatores que devem ser considerados para analisar um investimento, e a rentabilidade é apenas um deles. Liquidez também é muito importante, dependendo da situação em que a pessoa se encontre. Assim como o risco, quando buscamos rentabilidades melhores. Não podemos esquecê-lo.

      Abraço!

  • Jaqueline

    Oi Rafael,

    Dei uma olhado nos sites das corretoras que você sugeriu. A Easynvest me pareceu bem interessante, pena que só terei a gratuidade por 3 meses, isto é, até completar 24. Queria saber o que você acha da Mirae, que cobra R$2,90 por corretagem.

    Obrigada.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Olha só, 3 meses e ter direito a um curso gratuito de investimento em ações já é alguma coisa bem interessante. Além disso, o preço da corretagem deles não é alto (R$ 10,00).

      Não conheço a Mirae, mas já li alguma coisa sobre ela e a primeira impressão não foi legal. Não sei se por ainda ser recente e estar enfrentando problemas, mas eu não entraria nela agora.

      Abraço!

  • http://www.maisativos.com.br Alvaro Modernell

    Prezado Rafael,

    Tive o prazer de conhecer seu blog hoje, a partir do clipping que recebo onde vc citou um de meus artigos recentes. Parabéns pelo trabalho e pelas abordagens simples e diretas. Ficarei torcendo pelo seu sucesso e para que continue compartilhando conhecimentos e dicas de educação financeira com a sociedade brasileira. Todos ganham com isso.

    Sucesso para seu blog e prosperidade para vc.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Fiquei lisonjeado com sua visita e aproveito para parabenizá-lo pela ótima matéria. Quando li, não pude deixar de escrever sobre o assunto.

      Agradeço pelas palavras e também desejo muito sucesso para você.

      Abraço!

  • Edivânia França

    Parabens, pela idéia de ter um blog falando de educação financeira, todos os dias pela manhã leio e para mim está sendo maravilhoso visto que gosto dos assuntos abordados.
    Tenho uma dúvida Rafael você acha que devo continuar juntando na poupança para quando tiver um valor razoavel passar para um investimento que tenha maior rendimento,ou já posso fazer agora, tenho apenas 8.000,00 com muito sacrificio e mensalmente depósito 150,00 na poupança.

    • Leonardo

      Posso opinar?
      Faça a pergunta a ti mesma:
      1. Tenho um colchão de reserva que me sustente por 6 meses o meu padrão de vida caso perco o meu emprego? Se sim, o que exceder aplique no Tesouro direto, caso não tente acumular para começar a aplicar.
      Quando tiver o excedente, bem excedente aplique no TD pois as custas de aplicar são bem baixas mas terá que ter um valor razoável, mediano, para aplicar e não perder $ nos TED/DOC. Ah! detalhe, se for aplicar no TD opere pela Spinelli, SOCOPA , BANIF, ou PAX, será mais em conta.

      É uma opinião, fiz isso e até agora estou indo bem! Analise também seu objetivo a longo prazo.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Concordo com o Leonardo. Faça antes uma reserva de emergência (pode ser na poupança mesmo) e só depois comece a investir no Tesouro Direto.

      Caso você não tenha direito a um DOC gratuito através do seu banco, junte uma quantia razoável (acima de R$ 1.000) na poupança e então faça novas aplicações.

      Abraço!

  • Edivânia França

    Rafael, tenho outra dúvida qual o procedimento para investir em tesouro direto?

    • Leonardo

      Abra uma conta nas melhores corretoras para se investir, posterior estude qual será o melhor título que atenda a sua necessidade, exemplo aposentadoria, viajem, compra da casa. Depois que escolheu pague a corretora o valor inicial a ser aplicado e vá você mesmo ao site e efetue a compra. Pronto o título é seu!!
      Ah! Sugestão leia os artigos na categoria Tesouro direto, acho que ajudei. Dúvidas, é só postar….. blz!!!

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Olá, Edivânia!

      Sugiro a leitura do artigo “Como investir no Tesouro Direto“.

      Abraço!

  • Monaco

    Olá Rafael, já acompanho seu bloq a algum tempo, excelente!!
    A questão é a sequinte, pensando no curto prazo (ex: menos que 01 ano), o que é mais rentável, poupança ou fundos renda fixa? Obrigado.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Como os juros estão altos, os fundos superam a poupança nesse prazo. Se você quer investir através de fundos e por prazos menores que um ano, procure por fundos de curto prazo. A tributação é um pouco menor.

      Abraço!

  • Fernanda

    Help-me

    Gostaria de investir em CDB pois sei que é melhor que poupança (medio prazo). Alguem tem o melhor CDB pra me indicar ou de todos bancos são iguais?

    Grata
    Fernanda

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Não conheço muito o mercado de CDBs, pois nunca tive muito interesse. O que sei é que as taxas variam de banco para banco. Inclusive alguns bancos menores (Schahin, por exemplo) pagam percentuais acima de 100% do CDI.

      Faça uma boa pesquisa antes de investir, pois não é obrigatório ter conta corrente no banco para poder investir. Não se limite apenas aos bancos que você é correntista.

      Abraço!

  • Fernanda

    Pessoal me ajudem!

    Gostaria de investir em CDB pois sei que é melhor que poupança (medio prazo). Alguem tem o melhor CDB pra me indicar ou de todos bancos são iguais?

    Grata
    Fernanda

  • Pedro

    Rafael, tenho 17 anos e aplico na poupança, gostaria de investir no tesouro direto, eu poderia aplicar antes de completar 18 anos?
    abraço

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Sei que pelo Tesouro Direto é possível, pois todos os residentes no Brasil que possuam Cadastro de Pessoa Física-CPF e sejam cadastrados em alguma das Instituições Financeiras habilitadas a operar no Tesouro Direto podem investir.

      Minha única dúvida é quanto ao cadastro nas corretoras. Entre em contato com a corretora que você deseja se cadastrar e faça esse questionamento.

      Abraço!

  • Fabiano

    Amigo, tenho 22.000,00 e queria investir em alguma coisa a longo prazo, o que vc me indica???

    Obrigado.
    Fabiano

  • selma

    se eu colocar 100.00,00 cem mil reais na poupança ouro .vai ser cobrado impostos???..preciso de informações…
    obrigado.
    selma

  • Alex

    Esta declaração de imposto de renda acima de R$ 50.000,00 na poupança, sera também cobrado de aposentados por invalidez, q recebam duas aposentadorias do INSS, uma dele outra de seu cônjuge falecido. Seria um direito adquirido certo?

  • Davi

    Rafael, Estou tirando o meu dinheiro da poupança e colocando em um plano de previdencia privada. Ainda não tirei todo pq uso minha poupança como um fundo de emergencia. Atualmente, tenho livre mensalmente cerca de R$150. Qual o melhor tipo de investimento para médio prazo com essa quantia em dinheiro??

  • Simone

    Tenho conta no Bancoo do Brasil e meu saldo atingiu 50 mil, então eles tranferiram tudo (sem me consultar ) pra poupança. Nisto, minha poupança ultrapassou 50 mil reais
    1) É legal essa transferencia sem me perguntar?
    2)Deverei pagar imposto? Porque sempre fui isenta.
    obrigada

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      1) Não. Mas atualmente todas as contas-correntes são corrigidas pela poupança.

      2) Não. A caderneta de poupança é isenta de IR.

      Abraço!

      • Daniel

        Rafael! Houve uma tentativa de tributação da poupança há um tempo atrás, mas não teve sucesso. Graças a deus! Você acha possível que retorne essa tentativa? Claro que de qualquer forma investimento no Tesouro ainda é melhor. Mas pergunto, pois caso queiramos migrar o montante de um determinado investimento, como um fundo de previdencia com tabela regressiva por exemplo(que após 10 anos paga-se 10% de IR), para a poupança a fimde fazer retiradas sem tributação. Q você acha sobre isso? Abraço!

  • http://www.facebook.com/Bozzinga Carlos Vinícius

    Bom dia, RAfael! Mas para pessoas que dispõem de pouco dinheiro para investir. Por exemplo, fiz uma simulação com investimentos no Tesouro Direto com aplicação mensal de 100 reais (o que disponho) E a poupança, pelas contas do próprio simulador do tesouro, renderia mais. Com esse investimento pequeno, a poupança ainda não é atraente?

    Muito obrigado!
    Carlos Vinícius dos Santos Oliveira

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Quais os parâmetros que você utilizou para fazer esses cálculos no site do Tesouro Direto?

      Abraço!

      • http://www.facebook.com/Bozzinga Carlos Vinícius

        Coloquei os dados pedidos no simulador do site do Tesouro Direto. Não lembro exatamente todos os campos que foram preenchidos. Acredita que eu possa ter cometido um equívoco? Mesmo de 100 em 100 reais e com os eventuais descontos do Tesouro direto o mesmo renderia mais?

        Abraços!

        • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

          Os descontos são percentuais, por isso não deveria interferir no desempenho. Se eu investir R$ 10 mil, pago 0,1% de taxa (R$ 10,00). Se eu investir R$ 100, pago 0,1% de taxa (R$ 0,10). Acho que você fez alguma conta errada, pois percentuais não causam problemas para valores menores.

          Abraço!

  • Camila

    Olá! Gostaria de saber se o VGBL é um investimento melhor do que a poupança para mim.Pois investi 10 mil neste plano investimento único e pretendo pegar essa dinheiro em um ano.Por ser pouco prazo compesou ter investido nesse fundo ou seria melhor ter deixado na poupança?

  • Juninhocurcio

    Olá Rafael! Tudo bom? Sou autonomo e tenho 33 anos e nunca fiz nenhum plano de previdencia. Tenho 200 reais por mês pra aplicar em poupança ou previdencia. Qual dos 2 vc me indica? Obrigado.

  • Peterman

    Paga IR na nova regra da poupança?

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Não. Ela continua isenta.

      Abraço!

  • Luiz Jamber

    Boa Tarde pessoal,
    Não sou nenhum especialista de mercado, apenas sou um mero investidor. Conheci na corretora onde sou assessorado um produto de investimento que se chama (FII) fundos de investimentos imobiliários onde existem cotas no valor de R$ 100,00 que paga dividendos mensais isento de (IR) imposto de renda e ainda tem a valorização de cotas. Uma pesquisa realizada recentemente pelos economista, na matéria dizia que “os FII é um dos melhores produtos de investimento que existem em mercado com ótimos retornos” … “é um dos melhores nos últimos 5 anos”. Bolsa de Valores hoje, não é apenas negociadas ações … existem vários produtos de investimentos com bons retornos, buscando conhecimento e informação no mínimo você sai investindo em títulos públicos.

  • Luiz Jamber

    Boa Tarde pessoal,
    Não sou nenhum especialista de mercado, apenas sou um mero investidor. Conheci na corretora onde sou assessorado um produto de investimento que se chama (FII) fundos de investimentos imobiliários onde existem cotas no valor de R$ 100,00 que paga dividendos mensais isento de (IR) imposto de renda e ainda tem a valorização de cotas. Uma pesquisa realizada recentemente pelos economista, na matéria dizia que “os FII é um dos melhores produtos de investimento que existem em mercado com ótimos retornos” … “é um dos melhores nos últimos 5 anos”. Bolsa de Valores hoje, não é apenas negociadas ações … existem vários produtos de investimentos com bons retornos, buscando conhecimento e informação no mínimo você sai investindo em títulos públicos.

  • Milenacruz9070

    Tenho 50.000,00 em minha conta, como devo aplicar, e no que, para poder ficar rica e mais pra frente até milionaria?

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Milena,

      Tenho duas sugestões.

      A primeira delas é investir em títulos públicos, pelo Tesouro Direto. Trata-se de uma ótima opção de investimento para obter boa rentabilidade com baixo risco. Para mais detalhes, sugiro a leitura do artigo: “10 respostas sobre o Tesouro Direto“.

      Outra sugestão é o eBook ‘Como Investir Dinheiro’. Recomendado por vários especialistas (inclusive Gustavo Cerbasi, autor de Casais Inteligente Enriquecem Juntos), o eBook Como Investir Dinheiro é um guia de investimento composto por cinco livros digitais e duas planilhas financeiras.

      O conteúdo ensina, entre outras coisas: como quitar suas dívidas, controlar seus gastos, organizar sua vida financeira, aprender a investir e conquistar sua independência financeira.

      Além desse material, você terá acesso ao e-mail exclusivo para entrar em contato comigo (autor do material) e tirar dúvidas.

      O investimento é baixo e o risco é mínimo, considerando que você tem 30 dias para avaliar o produto. Se não gostar, basta pedir seu dinheiro de volta.

      Para saber mais sobre o eBook, acesse: http://comoinvestirdinheiro.com.br/

      Abraço e sucesso!

  • Duplo Cidadão

    Por enquanto eu ainda tenho poupança, mas já estou procurando outros investimentos. Mas antes eu tenho que realizar uma transação na poupança e estou com dúvidas. O negócio é o seguinte:

    Minha tia vai receber aproximadamente 250 mil reais pela ação de divórcio dela. Mas ela
    não pode abrir conta em banco por causa que o seu nome está no Serasa. E se ela depositar este dinheiro na minha conta poupança, ele passível de ser tributado pelo imposto de renda na fonte? Se caso positivo qual seria a alíquota? E quando eu devolver esse dinheiro a minha tia através de depósito bancário depois que ela regularizar a sua situação junto ao Serasa ele seria passível de ser tributado pelo imposto de renda na fonte novamente? Em caso positivo qual seria a alíquota?

    Rafael eu gostaria de saber as mesmas questões acima caso os depósitos invés na poupança fossem por exemplo na conta corrente.

  • luciano souza

    Na sua opinião onde é melhor investir hoje ???
    se tiver uns dez mil em caixa.!