Rentabilidade do Tesouro Direto

22 Flares Facebook 7 Twitter 13 Google+ 1 22 Flares ×

Qual a rentabilidade do Tesouro Direto? Essa pergunta não é tão simples de ser respondida, muito menos terá uma única resposta. Entretanto, a explicação para isso é simples: o Tesouro Direto é composto por vários títulos públicos, o que representa várias rentabilidades diferentes.

O interesse por investir em títulos públicos vem crescendo diariamente. O maior interesse da população em buscar retornos maiores que a poupança, mas ainda assim com baixo risco, tem levado muita gente ao Tesouro Direto.

Já escrevi diversos artigos sobre o assunto e, para facilitar a compreensão (para quem ainda não conhece), resolvi organizar uma série de perguntas e respostas sobre o assunto, antes de mostrar a rentabilidade dos principais títulos do Tesouro Nacional.

  • O que é o Tesouro Direto? Clique AQUI.
  • Como investir no Tesouro Direto? Clique AQUI.
  • Qual o investimento mínimo? Clique AQUI.
  • Por que investir no Tesouro Direto? Clique AQUI.
  • Quais as taxas cobradas? Clique AQUI.

Respondidas as principais perguntas sobre o tema, vamos agora às rentabilidades dos principais títulos. Como você deve ter visto nos artigos anteriores, o Tesouro Direto é formado por títulos públicos prefixados e pós-fixados. Ou seja, no primeiro você já sabe quanto receberá ao final do prazo; no segundo, o rendimento é representado por um índice, também conhecido no momento da compra, mas que pode variar ao longo do tempo.

Títulos prefixados

Atualmente existem três opções de LTN disponíveis, que são diferenciadas pela data de vencimento. A rentabilidade varia de 11,16% ao ano (para vencimento em 01/07/2011) a 11,97% ao ano, que vence em 01/01/2013.

Já em relação à NTN-F, existem duas opções: a primeira, com vencimento para 2017, renderá 11,92% ao ano; a segunda, com vencimento em 2021, renderá 12,01% ao ano.

Títulos pós-fixados

Como já foi explicado em artigos anteriores, os títulos pós-fixados são atrelados a índices e a rentabilidade é definida pelo valor nominal de cada um deles. A LTF, letra indexada à taxa SELIC, rende atualmente cerca de 10,75% ao ano. Entretanto a previsão é de crescimento dessa taxa pelo menos até o próximo ano.

Por fim, a NTN-B e NTN-B Principal proporcionarão rendimentos entre 6,12% ao ano + IPCA, o que representa aproximadamente 11,5% ao ano, e 6,32% ao ano + IPCA, o que representa ao em torno de 11,8% ao ano. Para saber mais sobre esses títulos, sugiro a leitura do artigo “Títulos públicos indexados à inflação“.

Como resumo, apresento abaixo uma tabela com todos os títulos públicos disponíveis para compra, mostrando a rentabilidade dos últimos 30 dias,no mês anterior, no ano, nos últimos 12 meses, entre outras informações (posição do dia 02/08/2010):

Títulos

Vencimento

Rentabilidade Bruta

Taxa do Dia (ao ano)

Últ. 30 dias

Mês Anterior

No Ano

12 Meses

Compra

Venda

Prefixados

LTN

01/07/2011

-

-

-

-

11,16%

11,20%

LTN

01/01/2012

1,56%

1,60%

7,28%

10,37%

11,51%

11,55%

LTN

01/01/2013

1,24%

1,23%

-

-

11,97%

12,03%

NTN-F

01/01/2017

1,87%

1,53%

13,75%

16,46%

11,92%

11,98%

NTN-F

01/01/2021

2,19%

1,89%

-

-

12,01%

12,07%

Indexados à Taxa Selic

LFT

07/03/2013

0,75%

0,78%

5,16%

8,86%

0,00%

0,03%

LFT

07/03/2015

0,64%

0,68%

-

-

0,00%

0,04%

Indexados ao IPCA

NTN-B

15/08/2012

1,28%

1,39%

7,77%

11,81%

6,12%

6,16%

NTN-B

15/05/2015

1,30%

1,27%

8,55%

12,62%

6,32%

6,36%

NTN-B

15/08/2020

0,66%

0,92%

8,97%

12,98%

6,26%

6,34%

NTN-B

15/08/2024

0,63%

0,49%

7,75%

13,52%

6,22%

6,30%

NTN-B

15/05/2035

0,69%

0,86%

8,42%

14,70%

6,18%

6,28%

NTN-B

15/05/2045

0,59%

0,63%

8,74%

15,11%

6,18%

6,28%

NTN-B Principal

15/05/2015

1,37%

1,29%

8,91%

13,15%

6,33%

6,37%

NTN-B Principal

15/08/2024

0,45%

-0,04%

7,11%

15,06%

6,20%

6,28%

NTN-B Principal

15/05/2035

0,91%

1,43%

-

-

6,14%

6,24%

Assine (é grátis)

Cadastre seu email e receba gratuitamente as atualizações do Quero Ficar Rico!


Atingiu a liberdade financeira e quer ajudar outras pessoas a alcançarem o mesmo objetivo. Continue lendo aqui!

  • renan

    oi, fiquei com umas duvidas sobre titulos publico.
    Você tem que declara-los no imposto de renda?
    as taxas demonstradas são as efetivas ou as nominais?
    como é feito o pagamento deles para o cliente? deposito na conta corrente ou aporte de titulos, tipo vc tem 1 titulo depois de 6 meses você tem 1,2 titulo.

  • HELISON

    tenho uma duvida que naum tem nd haver com titulo publico…

    tem haver com remuneração de investimentos…

    por exemplo: qndo alguem diz “meu banco me remunera em 96% do CDI”…

    o que ele quer dizer com issu..

    qual seria a remuneração real nesse caso…cite exemplos.

    seria de forma análoga eu dizer por exemplo, minha poupança me remunera em 0,7% a.m (uma poupança q remunera melhor q outras)..

    e outra duvida tbm é…

    a poupança é formada pela TR+alguma coisa ou não?…pq eu sou remunerado a 0,5%+TR (issu seria igual, maior ou menor que a poupança?)

    e até hoje eu naum sei ao certo interpretar o CDI e porque ele é usado como referença de rendimento, sendo q ele é juros entre bancos…???

    aguardo respostas….

  • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

    Renan,

    Você receberá um informe de rendimentos com o valor a ser declarado. O IR será recolhido pelo próprio Tesouro.

    Não entendi a sua pergunta quanto às taxas. O que posso te dizer é que as taxas apresentadas são brutas (sem incidência de IR e demais taxas da corretora, CBLC e Tesouro Direto).

    No vencimento do título, você receberá o valor em dinheiro, direto na conta da corretora que você estiver cadastrado. A quantidade de títulos permanecerá a mesma. O que muda é o valor de cada título.

    Abraço e valeu pela participação!

  • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

    Helison,

    O CDI e a TR são índices gerais, iguais a todos os bancos. Como a poupança é 0,5% a.m. + TR, a rentabilidade de todas as cadernetas será SEMPRE igual.

    Já em relação ao CDI, existem bancos e corretoras que oferecem CDBs ou fundos com rentabilidade representada por um percentual do CDI. Quanto maior o percentual, melhor a rentabilidade.

    Se o CDI rende 1,0% a.m. e um banco oferece um investimento que remunere 96% do CDI, significa que esse investimento paga 0,96% a.m.

    Abraço e valeu pela participação!

  • Pingback: Rentabilidade da poupança é igual em todos os bancos? | Quero Ficar Rico

  • HELISON

    mas Rafael eu naum estou entendendo é esse CDI…

    ele é uma taxa media geral de juros q os bancos pagam entre si nos certificados de deposito interbancarios(CDI) num é?

    dessa forma, qual pode ser a ligação dele com render algo para clientes, ou ser juros pagos aos cliente dakele banco, naum consigo entende a logica disso…

  • HELISON

    Rafael…

    tenho uma duvida pois eu conferi os valores e estava divergindo nos seguintes aspectos….

    para cada periodo de um mês dos ultimos 12 meses o valor da poupança estava diferente de TR+0,5%…

    como issu seria explicado?

  • HELISON

    e em relação ao CDI eu naum consigo entender como pode ter relação, certificados de deposito interbancario com taxa de juros ou rendimento pago ao cliente do banco…CDI é o juros pago entre os bancos nos emprestimos feitos entre eles..como pode essa taxa ser usada como refencia para pagar juros ou rendimentos aos clientes…

  • Carlos Veiga Vale

    Rafael, Parabéns pelo artigo!
    Tenho duvida com relação aos títulos pós fixados. Considerando a possibilidade de eu ter
    necessidade de vender o título pós fixado antes do vencimento, pode-se dizer que o rendimento do mesmo sempre será positivo? (desconsiderando a incidência das taxas pagas na entrada e do IR, que podem levar a um rendimento negativo no caso de um período muito curto por exemplo)

    Perguntando de outra forma: pode-se dizer que o rendimento diário de um título pós fixado é sempre positivo ? (considerando que a inflação sempre será maior que zero e desconsiderando a incidência das taxas pagas na entrada e do IR).

    Obrigado!

  • renan

    Gostei muito do artigo e das respostas rafael.
    quanto a duvida que eu não me expressei bem, ela só valia se o titulo remunerasse por aporte em titulo, assim depois de 6 meses o titulo valeria 1,2 titulos então tecnicamentea mesma taxa pagaria um pouco mais. como o juros IxC no outro mês é I²xC. não condiz já que o pagamento é feito em especie.
    e a duvida do helison condiz. será que você poderia escrever um artigo explicando mais sobre remuneração de CDB e como é indexada ao CDI?

  • http://queroficarrico.com/blog/ Rafael Seabra

    Carlos,

    Recomendo a leitura do artigo “Títulos públicos com rentabilidade negativa”, através do link http://queroficarrico.com/blog/2010/05/06/titulos-publicos-com-rentabilidade-negativa/

    Abraço!

  • Pingback: Monte seu fundo referenciado DI através do Tesouro Direto | Quero Ficar Rico

  • Marcos

    Olá, Rafael.
    Obrigado pelo ótimo post.

    Você poderia tirar uma dúvida? Quero começar a investir em TD para minha aposentadoria em 2035/2040, então entendo que o melhor para isso o NTN B. Só não sei ao certo se devo optar pelo NTN B ou NTN B Principal.

    Pelo que entendi, o NTN B Principal não paga juros semestralmente, sendo que estes juros são reaplicados e tudo é pago no vencimento, em 2035. Sendo assim, esta me parece a melhor opção para minha aposentadoria, já que não vou mexer no dinheiro até lá?

    Estou certo? Devo optar por NTN B Principal?

    Muito obrigado.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Teu raciocínio está corretíssimo! Caso seu interesse seja mexer no dinheiro apenas no final do prazo, a melhor opção é NTN-B Principal.

      Abração e valeu pela participação!

      • Marcos

        Obrigado pela resposta, Rafael.
        Uma última dúvida, se puder me reponder: no caso do NTN-B Principal os juros são reaplicados automaticamente, formando juros sobre juros, é isso mesmo?
        Um abraço.

        • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

          Isso mesmo!

          Abração!

  • Rosana

    Rafael,
    Despois de tanto tempo surgiu uma dúvida em relação a rentabilidade dos títulos. Ela é mensal, anual ou vale a que estiver vigente no vencimento?

    Vou colocar um exemplo para ficar mais fácil a compreensão.
    Ntn-b principal com vencimento em 2012.
    Suponhamos que no primeiro ano o rendimento seja de 6,00 + ipca. No segundo 5% e no terceiro 4%. Considere ipca descrescente, chegando a 2,5%.
    Receberei no final o valor correspondente a cada um dos anos separadamente ou a rentabilidade será calculada em cima do ano do vencimento, ou seja, 4% + ipca de 2,5%?

    Em relação a LFT, qual é a forma de pagamento, seguindo o mesmo raciocínio?
    Se eu comprar uma com vencimento para 2015, que hoje está com a rentabilidade muito boa mas começar a cair e chegar em 2015 com 6%aa, receberei sobre 6% ou será acrescentado ao valor todas as mudanças da Selic nos momentos em que elas aconteceram?

    Muito obrigada mais uma vez por sua atenção!

    Abraços e sucesso,

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Se você ficar com o título até o vencimento, receberá o que tiver sido pactuado no momento da compra.

      No caso da NTN-B, você receberá 6% ao ano (algo próximo a 0,49% a.m.), acrescido do IPCA no período. Esses 6% não variam. Se o IPCA cair, seu rendimento cai. Afinal ele garantiu o IPCA, e não quanto o IPCA valia no momento da compra.

      O raciocínio quanto ao IPCA vale para a LFT, indexada à Selic. Esse título garante que você receberá no final o quanto a Selic tiver rendido no período, e não o que ela rendia no momento da aquisição. Por isso que esse título é chamado de pós-fixado.

      Abração!

  • victor pimentel

    eu gostaria de saber o que faz os titulo como o NTN-B principal render 16% nos ultimos 12 meses, se o ipc mas o redimento anual nao e mais do que 12%. muito obrigado pela atencao….

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      O que o título promete só vale para o vencimento. No meio do caminho, ele pode apresentar rentabilidades maiores ou menores, e até mesmo negativas.

      Para ter a rentabilidade acordada, é necessário ficar com o título até o vencimento. Dá uma lida no artigo “Títulos públicos com rentabilidade negativa?“.

      Abraço!

  • Pedro Oliveira

    Rafael,
    Parabéns pelos seus posts, me ajudam muito.
    Tenho R$30.000,00 na poupança e não vou precisar desse dinheiro pelos próximos dois anos, então o título mais indicado para investir é a LTN? Estou certo? Ou tenho outra opção?

    Obrigado

  • Pingback: Finanças Pessoais e Investimento | Pai Rico na Internet - Empreender e Ganhar Dinheiro

  • Pingback: O que é CDB (Certificado de Depósito Bancário)? | Quero Ficar Rico

  • DIego

    Rafael, não entendi na tabela pq em 12 meses, por exemplo, o rendimento é de 10,37% e no ano de apenas 7,28%. Isso seria pq essa tabela por exemplo, seira de março por exemplo ? OU seja, 7,28% de março até o final do referido ano e de 10,37% até março do próximo ano. Isso ?

    Outra coisa, uma dúvida básica sobre juros. Se um rendimento dá 0,6% a.m isso dá 12*0,6% ao ano ?

    Valeuuu

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      12 meses = nos últimos 12 meses (não se refere aos próximos 12 meses).

      No ano = de janeiro do ano corrente até o mês atual.

      Abraço!

  • Domeneque

    Rafael,

    Acerca da pergunta q a Rosana fez em 01/11/2011 ,numa NTN-B principal o q o investidor recebe é o q o IPCA rendeu no período (em cd ano separadamente+a tx) . Como ex. , poderia estimar o rendimento da NTN-B principal se acharmos q o IPCA seria decrescente da seguinte forma: p/ 2 anos c/ 6,5% de TX da seguinte forma: NTN-B principal c/ 2 anos (períodos fechados p/ facilitar e desconsiderando custos e IR):
    1° ano-IPCA 6%:(1+0,060)x(1+0,065)x principal= Principal c/ rendimento do 1° ano.
    2° ano-IPCA 5%: (1+0,050)x(1+0,065)x Principal c/ rendimento do 1° ano.
    O raciocínio é este?
    Outra pergunta : então , p/ estimar o rendimento poderíamos colocaríamos um “IPCa médio” do período de vigência do título .
    É assim?

    Muito grato pelo apoio !

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      O cálculo é esse mesmo. Para estimar a longo prazo, é melhor considerar a meta de inflação do Bacen, que é de 4,5% a.a.

      Abraço!

  • Pingback: Invista para trabalhar menos e ganhar mais | Quero Ficar Rico

  • LUCKAS

    RAFAEL TEREI 50 MIL NA POUPANÇA EM DEZEMBRO E QUERO APLICAR EM LCI OU TESOURO DIRETO. E NÃO PRETENDO SACAR O DINHEIRO NUNCA POIS NÃO GASTO NADA. QUAL DEVE DAR MAIS LUCRO EM 30 ANOS SEM MEXER A LCI OU O TESOURO DIRETO SE FOR O TESOURO DIRETO QUAL VOCÊ RECOMENDARIA PARA MEU PERFIL.

  • Pingback: click me

  • Pingback: look at this

  • Pingback: luck more