10 Dicas Incríveis para Investir em Imóveis

1.3K Flares Facebook 1.1K Twitter 125 Google+ 27 1.3K Flares ×

10 Dicas Incríveis para Investir em ImóveisCom a taxa básica de juro (Selic) em valores historicamente baixos, cada vez mais pessoas buscam uma alternativa conservadora para a renda fixa.

No ano passado, triplicou o número de investidores em Fundos de Investimento Imobiliário (FII).

O problema é que FII não é renda fixa. No caso de uma crise econômica, financeira ou imobiliária, é melhor ter um imóvel físico no seu nome do que cotas de um fundo administrado por terceiros.

Você mesmo pode investir diretamente em imóveis. Pode formar um grupo de amigos e parentes para empreender neste setor.

Mesmo com rumores de bolha imobiliária para 2014, você precisa estar preparado para ir às compras quando os preços caírem. Momentos de baixa geram ótimas oportunidades de compra.

10 Dicas para Investir em Imóveis

Pensando nisto resolvi escrever um livro digital chamado “Como Investir em Imóveis” e quero compartilhar com vocês algumas poucas dicas inspiradoras que no livro são expostas de forma mais aprofundada.

1. Investir em terrenos

Eles são grandes geradores de riqueza. Eu conheci um aposentado que em 1997 investiu 10 mil reais em um terreno. Em 2012 ele vendeu este mesmo terreno 1.5 milhões de reais para uma construtora.

Se tivesse aplicado em CDB teria atingido R$ 118 mil, na poupança não passaria de R$ 39 mil nestes 15 anos de aplicação.

Investir em terrenos no entorno de grandes capitais é valorização garantida no longo prazo. Isto ocorre porque as cidades brasileiras estão se expandindo horizontalmente em ritmo acelerado.

Também existem diversas formas de se investir e lucrar com terrenos no curto e médio prazo.

Muitos condomínios de luxo no Brasil são construídos em verdadeiros brejos, terrenos alagados em volta de lagoas que não teria qualquer valor aos olhos de uma pessoa comum.

2. Investir em imóveis na planta

Nos últimos 4 anos, muita gente comprou imóveis na planta pagando apenas 20% a 30% do seu valor para revendê-los 1 ou 2 anos depois do início das obras com enormes ganhos.

Isto é possível com o uso da técnica que permite multiplicar a rentabilidade através de endividamento.

É necessário saber avaliar o imóvel corretamente. Nem todo imóvel na planta é realmente vantajoso quando se pretende vendê-lo antes da entrega das chaves para lucrar com o ágio.

3. Investir em imóveis usados

É no meio da lama que encontramos os diamantes. Neste exato momento, milhares de imóveis usados estão encalhados nas imobiliárias. São apartamentos e casas desprezados pelo consumidor final.

O investidor preparado é capaz de identificar estas oportunidades, lapidar estes imóveis e depois vendê-los com enorme retorno no curto prazo.

Este assunto é tão interessante que escrevi um longo capítulo sobre ele no meu livro.

4. Investir em imóveis para locação

O segredo da locação está na escolha correta dos imóveis. Existem ótimas oportunidades em segmentos diferentes como imóveis populares, flats, salas comerciais, lojas, galpões, casas de veraneio e hotelaria.

É importante conhecer cada um destes negócios. A melhor opção de investimento em alugueis pode depender das características da cidade onde você mora e do seu perfil de investidor.

5. Construir imóveis para vender ou alugar

Aqui temos outra máquina de multiplicar patrimônio. Quando você compra um imóvel pronto está pagando o custo de construção e o lucro de quem construiu. E acredite, este lucro é absurdamente alto.

Eu conheço um pequeno comerciante que antes de se aposentar comprou um terreno em um bairro pobre da cidade. Ele construiu um imóvel de 3 andares com 9 pequenos apartamentos. Ele investiu R$ 500 mil no terreno e na obra.

Antes das obras terminarem, já tinha alugado os 9 apartamentos por R$ 560 cada um. Ele conquistou uma ótima aposentadoria. O investimento garante um retorno superior a 1% ao mês e o prédio vale hoje mais de R$ 1 milhão.

Este tipo de investimento é muito praticado pelos investidores. No meu livro, apresento outro exemplo muito semelhante e dou diversas dicas sobre construir para alugar.

6. Investir com segurança

Investir em imóveis pode ser arriscado se antes você não investir em conhecimento. Comprar um imóvel não é como comprar um automóvel em uma concessionária.

O PROCON e a Justiça estão lotados de processos contra imobiliárias, incorporadoras e construtores.

Grandes empresas do mercado estão envolvidas em casos de desrespeito ao consumidor. E o que mais gera estes problemas é a falta de informação. Hoje em dia é barato comprar informação, só não se informa antes de investir quem não quer.

7. O valor de um imóvel depende do seu uso

Existem muitos imóveis próximos de você que estão sendo subutilizados.

Existem imóveis residenciais que são péssimos investimentos se forem adquiridos para uso residencial e ótimos se forem transformados em imóveis comerciais.

A situação contrária também pode acontecer. O investidor informado e preparado é capaz de identificar este tipo de oportunidade difícil de ser percebida pelo consumidor comum.

8. Investir com pouco dinheiro é possível

Você não precisa ter muito dinheiro para investir no mercado imobiliário. Tem até quem invista sem ter nenhum dinheiro através de imóveis financiados e adquiridos através de consórcio.

O uso da alavancagem na aquisição de lotes dentro de condomínios e imóveis na planta são ótimas estratégias para diversificar seus investimentos em imobilizar muito dinheiro.

9. Investir usando a razão e não a emoção

Enquanto a maioria das pessoas compra imóveis de forma emocional, movidas pelo impulso, pelos apelos visuais e sentimentais, o investidor trabalha racionalmente.

Transformar terrenos cheios de mato em um pedaço do paraíso é a especialidade dos investidores.

Para um investidor preparado não existe imóvel ruim, não importa se ele está dentro de uma favela ou no bairro mais nobre da cidade. Um bom imóvel para investimento não precisa ser bonito e bem localizado, ele precisa dar lucro.

10. Forme um grupo de investimento

Você tem um amigo advogado? Tem outro amigo que é engenheiro ou arquiteto? Você entende de finanças? Porque você não reúne seus amigos e cria seu próprio fundo de investimentos imobiliários?

Juntos, vocês são grandes e no mercado imobiliário isto faz diferença.

Existem grupos de amigos que se unem para comprar empreendimentos inteiros a preço de banana devido ao seu poder de barganha.

Outros preferem se unir para construir e depois alugar.

Muitos loteamentos, prédios comerciais e conjuntos habitacionais são fruto de investimentos de pequenos investidores.

Quantas oportunidades você já não perdeu na sua cidade nos últimos anos por falta de conhecimento?

Minha experiência no mercado

Nestes 10 anos que atuo como pequeno investidor imobiliário, eu nunca conheci alguém quem tenha se arrependido de comprar um imóvel. Mas já conheci quem tenha se arrependido por vender um imóvel.

No início de 2013, escrevi o livro “Como Investir em Imóveis” com objetivo de inspirar pessoas comuns a investir mercado imobiliário. Quando comecei neste mercado, senti muita falta de publicações para o pequeno investidor.

Sempre gosto de comprar livros porque não existe nada mais valioso e ao mesmo tempo mais barato do que os livros. Com algumas dezenas de reais, você pode comprar décadas de experiências e vivências.

Entretanto, no caso do mercado imobiliário, a maioria das publicações são para corretores e muitas são traduções de livros estrangeiros que não refletem nossa realidade.

Por essa razão, convido você a conhecer o livro eletrônico Como Investir em Imóveis.

Imagem de shutterstock.com.

Assine (é grátis)

Cadastre seu email e receba gratuitamente as atualizações do Quero Ficar Rico!


Leandro Ávila é administrador de empresas, investidor imobiliário e autor dos Books Livro Negro dos Imóveis, Livro Negro do Financiamento de Imóveis e Como Investir em Imóveis.

  • Daniel

    ganho um salário pouco acima de dois salários mínimos e não tenho nenhuma poupança. qual seria o primeiro passo para investir em imóveis em minha situação? poupar algum dinheiro antes de investir, realizar um empréstimo, ou o que?

    • Leandro

      A melhor coisa a fazer é investir na sua capacitação profissional para conseguir elevar seu rendimento nos próximos 5 anos. Hoje em dia qualificação profissional custa pouco. E não existe nada mais valioso e ao mesmo tempo mais barato do que educação. Se você tem espirito empreendedor pode iniciar um pequeno negócio, Investindo em educação você conseguirá aumentar o valor da sua hora trabalhada. Com isto aumenta sua capacidade de poupança. Quanto mais você acumular melhores serão as oportunidades de investimento. Empréstimo é sempre a pior de todas as opções.

      • http://twitter.com/angelilton AngeliltoN EpifaniO

        em leandro tem uma dúvida sobre isso o melhor e colocar o terro (ou os terrenos) tudo em seu nome pessoal física ou é melhor jurídica ?

        • leandroavila

          Um contador pode ajudar você a simular diversos cenários. Constituir e manter uma empresa representa custos. Existe também diferença entre a carga tributaria aplicada a uma pessoa jurídica e física. Então você precisa avaliar com base no tipo de negócio imobiliário que você pretende realizar e o volume de negócios.

  • Joana

    Rafael, e mesmo nesse momento onde talvez a taxa de juros (selic) aumente pra segurar a inflação (que anda bem longe da meta de 4,5%), os brasileiros com 44% da renda comprometida com dividas, o consumo caindo drasticamente, sendo segurado pelas classes D e E… Ou seja, mesmo nesse cenário macro econômico “negro” vc recomenda o investimento em imóveis?

    • Leandro

      É justamente no cenário macro econômico “negro” que você encontrará ótimas oportunidades para comprar imóveis com bons preços. E quanto mais negro o mercado ficar maiores serão as oportunidades. O momento de estudar e aprender sobre este mercado é agora.

  • Leonardo

    Como funciona o investimento comprando na planta e vendendo antes do financiamento? incide IR? Grato, Leonardo

    • Leandro

      Você vende o contrato (cessão de direitos) para outra pessoa antes do imóvel ser entregue. Incide imposto de renda já que você terá lucro. Quando você compra o imóvel na planta precisa informar na ficha “Bens e Direitos” da sua declaração de IRPF.

  • Davi

    Muito bom o artigo. Eu invisto em um terreno em condomínio de alto padrão, no interior. As parcelas são corrigidas pelo IGPM, mas que consomem 50% dos meus rendimentos, faltam 34 parcelas. Meu objetivo era construir, mas caso surja alguma oportunidade de venda, venderei, por estar pesando agora. Minha dúvida é: vendo o terreno ou pego empréstimo e inicio a construção?

    • leandro

      Se você está comprometendo 50% da sua renda e isto provoca algum desconforto financeiro é melhor refletir sobre a possibilidade de vender o terreno. Aproveite os preços elevados dos terrenos e realize lucros. Continue guardando 50% dos seus rendimentos para poder investir em outra oportunidade imobiliária sem depender de financiamento, e existem muitas oportunidades, inclusive em condomínios de padrão mais simples e que possui maior liquidez. Um abraço,

  • Erik Cavalcante

    Muito bom! Acredito o grande problema de investir em imóveis para a geração Y seja a falta de paciência. Ao meu ver, os principais atributos desse perfil de investidor são: paciência e visão de mercado.

    • Leandro

      Olá Erik. Você está certo, a geração Y precisa desenvolver alguns atributos antes de investir. É importante treinar a disciplina e paciência. E não importa se a pessoa aplica na poupança ou faz day trade, sem paciência e sem conhecer o mercado, fica difícil ter algum resultado. Mas basta querer que tudo é possível.

  • Wandercley

    Olá Rafael em primeiro lugar gostaria de parabenizar pelo
    blog que é um sucesso e agradecer por compartilhar um pouco de sua experiência,
    gostei muito das dicas do Leandro e quero dizer que há três anos li o livro “pai
    rico pai pobre” e decidi investir em imóvel e só tive ganho até agora comecei
    completamente quebrado meu pai tinha um
    terreno que estava parado perguntei para ele se ele queria ser meu sócio no
    negocio ele falou: Melhor ainda eu empresto ele pra você ganhar dinheiro.

    Ai foi só alegria pegue um dinheiro emprestado no contrucard
    ( caixa econômica )eu tinha uma pequena renda que dava para pagar a mão-de-obra
    e comecei hoje estou no meu sexto imóvel e já tem comprador pra ele na planta o
    segredo é acreditar e agir desejo sucesso a você Rafael e a todos os leitores
    do blog “Quero ficar Rico” um abraço e fiquem com Deus.

    • leandroavila

      Olá Wandercley, igual a você existem muitas famílias com imóveis parados, abandonados, terrenos que só servem para criar mato e focos de mosquito. Imagine se todo mundo conseguisse aprender sobre investimento imobiliário e fizesse esta mesma proposta para pais, tios, primos e amigos. A maior fonte de riqueza é o conhecimento. Muitas vezes as pessoas possuem ótimos imóveis e por falta de conhecimento deixam de ganhar muito dinheiro. E qualquer pessoa pode se informar sobre o assunto para depois montar uma sociedade com parentes que precisam de ajuda.

    • http://twitter.com/angelilton AngeliltoN EpifaniO

      legal estou lendo esse livro também e ele esta abrindo muito mais a minha visão para o mundo dos negócios

  • Tício Caldas

    Belo artigo Leandro! Só faltou uma coisa. A grande segurança do negócio é dada pela escritura registrada no Cartório de Registro de Imóveis. A garantia dos altos investimentos imobiliários é eterna com o registro. Daí o adágio: “Só é dono quem registra”. Investir e não registrar é comprar dor de cabeça, é comprar algo que nem pode ser do vendedor e gastar com processos. Resultado: o lucro vai diminuir. E muito!!! Mais informações: http://www.registroimoveiscardoso.com.br Abraço

    • leandroavila

      Olá Tício, isto é uma grande verdade. Inclusive no meu livro oriento que a primeira coisa que devemos solicitar é a matrícula atualizada do imóvel. Só assim podemos saber se estamos negociando com o verdadeiro dono ou com alguém autorizada através de contrato / procuração como é o caso de um corretor de imóveis. E quando compramos o imóvel precisamos garantir todos os nossos direitos através do registro.

  • Marcos

    em homenagem ao belo texto, ficarei silente! mas, adquiri o livro.Não me impressionou.

    • leandroavila

      Olá Marcos, me envie um email com suas opiniões sobre o livro, gosto muito de receber estas opiniões dos leitores. Muitas vezes escrevemos um livro focado no iniciante e isto frustra os experts no assunto. Já quando escrevemos um livro avançado isto pode frustrar os iniciantes. Ficarei feliz se você puder me enviar por e-mail suas opiniões.

  • http://twitter.com/mesticomogi Rafael

    Leandro, o que você acha dos preços dos imóveis no Brasil? Imóveis que há 10 anos custavam R$ 200.000,00 e hoje custam R$ 700.000,00 sendo que na maioria dos casos, não aconteceu nada para essa subido abrupta de preço, como por exemplo, construção de uma estação de metro, de uma praça, de um shopping. Tenho percebido também, muita gente falar que seu imóvel “vale X”. O imóvel vale quanto alguém está disposto a pagar. Não acredito em um queda drástica nos preços, mas em um leve queda e posteriormente a estabilização dos preços.

    • leandroavila

      É verdade. O preço do imóvel depende de quanto as pessoas estão dispostas a pagar por ele. O problema é que no Brasil as famílias compram imóveis com o dinheiro dos outros (bancos). E neste caso não importa se o imóvel custa 200 mil ou 400 mil, o importante é o valor da parcela em 35 anos de financiamento. Isto é lamentável e ocorre por falta de educação financeira. Crédito fácil, juros menores, demanda reprimida e poucos imóveis para pronta entrega acabou gerando esta situação que vivemos hoje. Em 2013, 2014 e 2015 milhares de imóveis serão entregues em todo Brasil. É muito imóvel caro na mão de investidores (retardatários) e pouca gente disposta a pagar o preço. Os preços já estão se esganando. Em algumas regiões do Brasil já ocorre pequena queda nos preços. O investidor precisa estar preparado para montar sua carteira nos próximos anos aproveitando estas oportunidades.

  • http://twitter.com/Gremiofatmike GRÊMIO Criciúma

    Boa tarde Leandro! Será que a bolha imobiliária é geral no país inteiro? ou tem regiões que continuam valorizando?/ se estourar a bolha imobiliariao certo seria entao segurar os imoveis que ja tenho?? E a bolha imobiliaria demora muita a acabar. Sera que no maximo 5 ou 6 anos de duraçao? Obrigado

    • leandroavila

      Os mercados são muito diferentes em cada estado e nas diversas cidade. As vezes o comportamento do mercado imobiliário em uma cidade é um e em determinado bairro da mesma cidade é outro. Se você comprou imóvel como investimento e dependendo do mercado na sua cidade e do tipo de imóvel comprado pode ser a hora de vendê-lo. No mercado existem muitos nichos e quando ocorrem bolhas elas afetam mais ou menos alguns destes nichos. Existem imóveis na planta, residenciais, novos, usados. Entre os comerciais temos lojas, salas comerciais, galpões, etc. Por exemplo: No início dos anos 2000 aconteceu uma bolha de flats que afetou principalmente São Paulo. Existem relatos de pessoas que pagaram R$ 250 mil por um flat em 2000 e venderam por R$ 60 mil três anos depois. Existem investidores que formaram grupos e compraram juntos mais de 700 flats a preço de banana. Hoje os flats estão valorizados e gerando boas receitas, e tende a melhorar graças aos eventos esportivos de 2014. Desta forma as bolhas não afetam todos os nichos do mercado. Até nas crises existem oportunidades para aproveitar. Você terá lucro ou prejuízo dependendo do seu posicionamento quando as tendências se inverterem.

  • jackie

    Ola Leandro. Obrigada pelo artigo, muito interessante e estava justamente em busca de conselhos c/ relaçao a investimento no momento. Como ja tenho um terreno 12×27, eh hora de pensar em construir ou unir a alguem que entenda de construção.Valeu. Abraço.

    • leandroavila

      Olá Jackie, eu que agradeço e desejo sucesso no seu empreendimento.

  • Eduardo Tavares

    O problema e que se eu não gostar do livro e quiser o dinheiro de volta, o Leandro nao vai responder os emails e esperar você desistir da devolução … Isso aconteceu comigo ao comprar o Livro negro dos Imóveis. Pra complementar, o Rafael Seabra vai deletar o meu post porque ele ganha porcentagem sobre os livros do Leandro.

    • leandroavila

      Entrei em contato com loja Hotmart que comercializa o livro, e eles me informaram que o seu dinheiro foi reembolsado no dia 22 de janeiro de 2013. Como sua compra foi feita no dia 15 de janeiro, estava dentro do prazo de 30 dias de garantia de satisfação do Hotmart. E quem já comprou produtos no Hotmart sabe que esta garantia é oferecida a todos os leitores independente da vontade do autor. Ao adquirir os livros todos os clientes possuem um botão na página que permite solicitar o reembolso, sem nenhuma dificuldade ou burocracia. O reembolso é feito pelo próprio Hotmart automaticamente. O autor não interfere no processo. E quem conhece o Rafael Seabra sabe da transparência e de sua honestidade, todos aqui no blog dele admiram o trabalho que ele faz. Sua postura sobre ele é muito indelicada.

    • leandroavila

      Entrei em contato com loja Hotmart que comercializa o livro, e eles me informaram que o seu dinheiro foi reembolsado no dia 22 de janeiro de 2013. Como sua compra foi feita no dia 15 de janeiro, estava dentro do prazo de 30 dias de garantia de satisfação do Hotmart. E quem já comprou produtos no Hotmart sabe que esta garantia é oferecida a todos os leitores independente da vontade do autor. Ao adquirir os livros todos os clientes possuem um botão na página que permite solicitar o reembolso, sem nenhuma dificuldade ou burocracia. O reembolso é feito pelo próprio Hotmart automaticamente. O autor não interfere no processo. E quem conhece o Rafael Seabra sabe da transparência e de sua honestidade, todos aqui no blog dele admiram o trabalho que ele faz. Sua postura sobre ele é muito indelicada.

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Eduardo,

      Quando o produtor oferece uma garantia de 30 dias, o reembolso pode ser solicitado tanto a ele quanto ao Hotmart. Bastava você ter entrado em contato com o Hotmart (como deve ter feito, dado que o reembolso foi efetuado) e a situação teria sido resolvida.

      Você certamente deve acompanhar meu trabalho há pouco tempo, pois sempre fui transparente tanto em relação às críticas quanto aos elogios. E, para mim, é muito melhor manter seu comentário e respondê-lo do que simplesmente apagar.

      Resumindo: você teve seu reembolso dentro do prazo de garantia (como prometido pelo autor e garantido pelo Hotmart) e seu comentário não foi apagado, mas devidamente respondido, como ocorre na grande maioria das vezes aqui no Quero Ficar Rico.

    • Erik Cavalcante

      Nem vale a pena comentar.

  • http://www.facebook.com/junior.imoveis Junior Alves

    Acho legal esses e-books que tem por aí, sou até afiliados dos livros do leandro

    só não acho legal os nomes citados no produto, “obscuro” “não compre antes de ler” e outros que tem no livro.

    Na minha opinião o livro negro influencia o cliente à compra o imóvel sem a intermediação do corretor de imóveis.

    Como sou corretor não gostei muito do livro mais recomendo para os leigos.

    • leandroavila

      Eu respeito sua opinião. Mas nós que entendemos mais sobre o assunto hoje precisamos nos lembrar da época que eramos leigos. Eu ainda me recordo quando comprei meu primeiro imóvel. Na visão de um leigo o mercado é realmente obscuro. Infelizmente tive o azar de ser atendido por maus corretores que se aproveitaram da minha ignorância para omitir informações para facilitar a venda. Hoje eu tenho experiência e informação e sei diferenciar um bom corretor de um mau corretor. O objetivo do livro é justamente permitir que as pessoas tenham conhecimentos para identificarem os bons profissionais e não serem enganadas com facilidade por maus corretores ou imobiliárias e construtoras que ainda se aproveitam da ignorância da população para elevar seus lucros. Consumidor esclarecido e consciente é bom para os que trabalham de boa fé. A ignorância da população só favorece quem atua de má fé. Então o objetivo do Livro Negro dos Imóveis é educativo. Da mesma forma que existe um movimento para promover a Educação Financeira é necessário um movimento para promover a educação imobiliária. E cada um pode ajudar fazendo a sua parte. Obrigado por ter adquirido o livro. Já pude observar que muitos corretores compram o livro.

      • Marcos

        também tive o privilégio de ser atendido por maus corretores, por isso acho desnecessária esta intermediação que em 90% das vezes( no meu caso) foi falaciosa.

  • Telexfree

    Olá amigo! Parabéns pelo site! Falando em marketing multinível você conhece a telexfree? Nela é possível ganhar de 20 dólares a 100 dólares por semana, sem precisar indicar ninguém ao sistema, somente postando anuncios. Logicamente que se você indicar pessoas, seus ganhos aumentam. Mas o mais fantástico é justamente você poder receber sem precisar ficar indicando pessoas. A adesão ao sistema é feita 1 vez ao ano, nos valores de R$ 600,00 (nessa se ganha R$ 160,00 por mês) ou R$ 2.800,00 (nessa se ganha R$ 800,00 por mês). Acesse o link e conheça mais: http://www.telexfree.com/cesarsp2012

  • Diego V

    Gostei muito do texto. Gostaria de saber qual a diferença entre os livros “Livro negro dos imóveis” e o “Como investir em imóveis”. Qual seria mais recomendado para um iniciante no assunto? Objetivamente, qual a diferença entre ambos? Obrigado

    • leandroavila

      O Livro Negro dos Imóveis fala detalhadamente sobre todas as etapas que você terá que passar para comprar um imóvel. O livro ajuda você a tomar todas as decisões e fazer todo tipo de verificação para eliminar riscos de golpes, fraudes e de ter seus direitos lesados pelos agentes do mercado imobiliário como: imobiliárias, incorporadoras, construtoras, bancos, etc. Tudo que um leigo precisa saber para fazer a compra bem feita e segura de um imóvel esta neste livro. No site do livro eu descrevo o livro com detalhes. Já o Livro Como Investir em Imóveis vai te ensinar a ganhar dinheiro com imóveis. É um livro para quem pretende se tornar um pequeno investidor imobiliário. Mostra dezenas de formas diferentes de lucrar neste mercado. Se você deseja comprar um imóvel para morar eu recomendo comprar o Livro Negro dos Imóveis. Se você pretende comprar imóveis para investir e ganhar dinheiro eu recomendo que compre os dois livros porque em um você aprenderá a comprar imóveis da forma correta e sem ser enganado e no outro você vai aprender a ganhar dinheiro investindo em imóveis.

  • Raeanny

    como assim “rumores de bolha imobiliária para 2014″ ?

  • Tia Serena

    Adorei sua coluna, Leandro! Adorei ainda mais que apareceu no blog do Rafael Seabra que até o ano passado negava que imóveis eram uma opção inteligente de investimento!

    Eu argumentei no artigo que ele escreveu sobre a “bolha imobiliaria” que enquanto as bolsas e o cambio estivessem instáveis que assets fisicos como imóveis e ouro iam continuar na mira dos investidores.
    Dito e feito! Agora ele está endorsando este investimento tradicional publicando seu texto no blog dele!
    Parabéns!

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Tia Serena,

      Continuo acreditando que os imóveis residenciais estão caríssimos e, por essa razão, não considero um bom investimento no momento atual.

      Entretanto existem diversas outras formas de se investir em imóveis, como foi brilhantemente explicado pelo Leandro neste artigo e com muito mais detalhes em seu livro digital “Como Investir em Imóveis”.

      Como ele mesmo disse: “As bolhas não afetam todos os nichos do mercado. Até nas crises existem oportunidades para aproveitar”. Nisso eu acredito e assino embaixo :)

      Abraço e valeu pela participação!

  • cristiano

    ola Leandro,
    Moro no japao a 10 anos e pretendo voltar para o Brasil em dezembro de 2015,

    Estou voltando com minha mulher, acredito que voltarei com aproximadamente 150 mil reais para investir, no caso tenho a intencao de adquirir um imovel na faixa de 20mil ,para fins de moradia em belo horizonte.

    tenho duvidas.

    1-os precos estao muito altos , estou pensando em alugar quando chegar e esperar os precos baixarem ,qual sua opiniao?

    2-se optar por comprar financiamento + entrada de uns 60 mil, esta de bom tamanho ou vc me sugere outras opcoes seja consorcio, entrada,etc?

    3-sinceramente acredito que com 100 mil conseguirei comprar um bom imovel em 2015 ou 2016 apos o estouro da bolha , gostaria de perguntar se voce compartilha da mesma opiniao?
    4- a ultima é sobre seu livro, vejo que ele esta em constante atualizacao,caso o compre agora poderei baixa-lo mais uma vez em 2015 com as atualizacoes?
    Parabens pelo seu trabalho

    • Carlos

      150,000,00 no Brasil…dá prá nada!

    • xickim

      Cristiano,
      Moro em Belo Horizonte onde sou um pequeno investidor em imóveis. Atualmente tenho 4 imóveis e te digo o seguinte:
      1 – Os valores que você tem em mente sobre os imóveis aqui estão muito aquém da realidade. Consulte sites de anúncios e procure se informar melhor e se atualizar sobre os preços de mercado aqui em BH.
      2 – Se você for esperar os preços baixarem pra comprar, nunca vai comprar.

  • Vinicius

    Boa Tarede Leandro.

    Venho desde o ano passado juntando dinheiro para a compra de um imóvel para morar junto a minha esposa. O seu livro serve somente para que pretende utilizar o imóvel como uma forma de investimento ou também para aqueles que desejam adquirir um imóvel para moradia. Moro no Rio de Janeiro onde atualmente vivemos uma situação muito difícil para aquisição de um imóvel pois a média do metro quadrado é a mais cara do país girando em torno de 9000 reais o metro quadrado. Gostaria de sua opinião sobre esse cenário. Vc acredita que com o término da copa do mundo e olimpiadas, será possível verificarmos uma redução nos preços ? Acha que mesmo com essa situação ainda é possível acharmos bons imoveis a preços aceitáveis ou acha que seria melhor ir juntando dinheiro e aguardar o término dos eventos ?

    Obrigado desde já pela sua atenção!

    Abraço!

  • Castro

    Tenho interesse em investir em imóveis, mas tenho muitas dúvidas. Gostaria de saber, por exemplo, se é melhor comprar um terreno um pouco mais caro ou se é preferível comprar dois um pouco mais baratos. Digo isso a longo prazo.

  • Castro

    Boa noite, Leandro!!
    Estou pensando em financiar um apartamento, mas no mesmo momento me pergunto se não seria melhor eu continuar pagando aluguel e comprar alguns terrenos. O que devo fazer? Obrigado.

  • Camilo Lopes

    Leandro, Excelente artigo. Gostaria de ter aprendido antes de ter comprado meu primeiro imovel. Estou para comprar seu livro e ver se o mesmo me ajuda. Em 2008 eu fiz a compra de um imovel na planta pagando 115 mil. Mas, só dei o sinal de entrada e pagando parcelas. E até a entrega que foi no ano passado 2012 o imovel hj vale 200 mil. Não uso o imovel como moradia. E hoje não sei o qua faço se alugo ou vendo. Estou tentando alugar por 6 meses, mas dificil encontrar pessoas qualificadas para honrar o vencimento. Quando recebi as chaves optei por pagar um financiamento, pois a minha ideia era alugar e o proprio valor do aluguel o imovel e se pagando em médio e longo prazo terei o imovel pago a partir dele mesmo.E bem em longo prazo o imovel me paga o que investir inicialmente corrigo. Mas, hoje estou na dúvida no que fazer. Pela falta de experiência ou conhecimento mais no mercado imobiliario. O que indica?

  • marcio

    Leandro boa tarde, meu nome é Marcio gostaria de uma orientação de uma pessoa experiente como voce, a pergunta é:

    Já tenho um imovel financiado pela caixa por 240 meses e esta alugado, o valor da locação paga quase 80% porcento da prestação do financiamento.

    Visitei um imovel em no bairro de santo amaro são paulo sendo este imovel com 03 quartos sendo 01 suite, sala dois ambientes, cozinha grande, area de serviço,

    + 03 banheiros, garagem com portão automatico para 2 carros, a casa esta bem conservada mesmo, o valor de venda é de R$ 475.000,00, tenho uma entrada de 130.000,00 e o restante financiaria pela caixa e 240 meses.

    Seria um bom negocio a compra nestas condições para locação e o valor da locação seria para ajudar no pagamento da prestação do financiamento???

    Desde já agradeço a informação e estou efetuando a compra do seu livro para aprnder mais sobre investir em imoveis.

  • Oculos de Sol

    Muito legal a matéria!!! Parabéns!!!

    Douglas
    shopyes.com.br

  • CLESIO

    ESSE SUBSIDIO DO GOVERNO PARA IMOVEIS NOVOS DE APROXIMADAMENTE 17 MIL EH PRA VALER ,ANDO TÃO DESACREDITADO COM O GOVERNO QUE AS VEZES ACHO QUE ELES DAM COM UMA MÃO E TIRAM COM AS DUAIS !

  • Papo Furado

    Leandro, uma sugestão: que tal complementar seu artigo alertando para o IR dos ‘ganhos de capital’. Muita gente não sabe, mas comprar por 50 e vender por 100, por exemplo, tem um custo a ser pago ao Governo dependendo do tempo entre as transações. E a mordida pode ser maior do que 15%. Abs.

  • vanessa

    Leandro, estou querendo abrir meu próprio negócio (Uma franquia quiosque ramo de alimentos) trata-se de um investimento de 70.000,00 porém não tenho este dinheiro, apenas tenho meu apto que comprei à 8 anos atrás.. ele valia 50.000, e hoje vale 250.000, será uma boa opção fazer a venda dele, abrir o negócio que eu quero e aplicar parte do dinheiro em 1 imóvel na planta?? observação, vou precisar morar de aluguel durante um tempo. E outro detalhe importante meu apto é financiado e para quitar terei que pagar 40.000,00. Já pensei em não vender e checar a possibilidade de fazer um empréstimo no bco para levantar este capital…enfim me ajuda!! vanessa 32 anos.