10 Atitudes Detestáveis de um Falso Rico

10 Atitudes Detestáveis de um Falso RicoVocê sabe o que é um falso rico?

Antes de falar sobre as dez atitudes dos falsos ricos, eu preciso falar um pouco sobre a questão da riqueza.

A riqueza é muito mais do que ter uma boa quantidade de dinheiro na sua conta bancária. Ela é um estilo de vida.

A verdadeira riqueza está muito mais relacionada à liberdade…

A você viver com liberdade…

A você cultivar seus bons relacionamentos, seja com seu cônjuge, com seus filhos, com seus amigos…

E também a ter uma boa saúde.

Você nunca será verdadeiramente rico se você não tiver todas essas áreas da sua vida muito bem cuidadas.

Obviamente que não quero dizer que dinheiro não importante – muito pelo contrário.

Dinheiro é muito importante.

Ele é um meio para você ter todas essas coisas.

Com dinheiro você pode alcançar sua liberdade financeira.

Você tem muito mais liberdade para poder cuidar das coisas que realmente importam.

Você tem muito mais tempo para cuidar dos seus relacionamentos.

Tem muito mais tempo, informação e condições financeiras para cuidar da sua saúde também.

Então, o dinheiro é muito importante como um meio para te prover tudo o que realmente importa.

Explicado o que é de fato a verdadeira riqueza, vamos agora falar sobre as dez atitudes de um falso rico.

Atitude #1: O falso rico trabalha no limite da exaustão física e mental

Utilizando uma terminologia em inglês, ele é um workaholic.

É aquele cara que vive em função do trabalho.

É o cara que negligencia todas as áreas da vida dele simplesmente para trabalhar…

Para estar sempre ganhando dinheiro, dinheiro, dinheiro…

Dinheiro é sempre o principal foco dele. Sua principal motivação.

Então, ele trabalha no limite mesmo, até acabar com sua saúde, tanto física quanto mental.

Essa é uma das atitudes de um falso rico.

Atitude #2: O falso rico despreza os demais pilares da riqueza

Por ser uma pessoa totalmente viciada no trabalho, ele simplesmente deixa de lado os demais pilares que são tão ou até mais importantes.

Tenha um pouco mais de liberdade para cuidar de si mesmo.

Para cuidar da sua saúde.

Para cuidar dos seus relacionamentos.

Para estudar, para descansar.

Para estar pensando em novos projetos.

Para desenvolver sua criatividade.

Então, um falso rico negligencia os outros pilares da verdadeira riqueza.

Atitude #3: O falso rico acredita em um mundo de escassez

O que quero dizer com isso?

É aquela pessoa que pensa que para ele ganhar algo, outras pessoas têm que perder.

Acha que o dinheiro não é abundante, que a riqueza não é abundante. Que as oportunidades não são abundantes.

Ele acha que é escassa, então ele segura ao máximo a informação.

Tenta sempre de alguma forma não passar tudo o que pode passar para as outras pessoas.

Acha que tem que tirar de alguém para poder se dar bem.

Então, vai até o limite com seus funcionários, quando ele é dono de um negócio.

Ou, quando é um líder, esconde ao máximo as informações, porque acha que tem que reter tudo para ele.

Essa é mais uma atitude de um falso rico.

Atitude #4: O falso rico tem medo de ficar pobre

Não é aquela pessoa que tem a extrema segurança no seu conhecimento, em tudo que ele fez para poder conquistar o que ele conquistou.

Ele tem medo de que tudo dê errado e ele não consiga se reerguer.

E quanto mais ele ganha dinheiro, mais tenso ele fica e mais inseguro ele se sente.

Ele não confia na sua própria capacidade de começar do zero caso tudo desse errado.

Não pensa em arriscar, querer algo maior.

Quanto mais ele tem resultados financeiros, mais medo, mais tensão ele costuma ter.

Atitude #5: As pessoas ao seu redor valem pelo o que possuem, e não pelo o que elas são

Eles procuram estar rodeados não daquelas pessoas positivas, daquelas pessoas que podem contribuir com ele, mas daquelas pessoas que têm mais posses, que demonstram mais status social, assim como ele.

Que têm um baita carro, que tem baita casa, que tem relógio, bolsa e demais artigos de luxo que demonstram muito mais status social, assim como ele.

Ele procura estar muito mais perto de pessoas que são parecidas com ele.

Quanto mais ele se cerca dessas pessoas, mais ele continua com essa mesma mentalidade.

E ele só dá valor a essas pessoas pelo o que elas têm e não pelo o que elas são.

Atitude #6: O falso rico acredita que o dinheiro é um fim e não um meio

Para ele, ganhar dinheiro é a coisa mais importante.

Repito uma vez mais: não quero dizer que o dinheiro não é importante.

O dinheiro é muito importante como um meio. Através do dinheiro você consegue as coisas mais importantes da sua vida.

No entanto, existem pessoas que pensam dessa maneira:

Eu quero acumular o máximo de dinheiro, mais dinheiro, mais dinheiro. Quanto mais eu tenho, mais eu quero.

Se você trata dinheiro como objetivo final, e não como um meio, você certamente está pensando e agindo como um falso rico.

Atitude #7: O falso rico precisa ter um ícone de riqueza para se sentir melhor

Então ele precisa ter sempre um relógio de luxo para poder ostentar. Ou precisa ter uma bolsa de luxo para ostentar. Um carro de luxo. Morar num lugar absurdamente caro.

Precisa de algum ícone, de algum bem material para demonstrar.

Não basta ter muito dinheiro.

Ele quer que as pessoas saibam que ele tem muito dinheiro.

O que é ainda pior: através de bens que não vão te dar nenhum tipo de retorno.

Simplesmente para mostrar aos outros que ele é rico.

Ele se sente bem demonstrando status social.

Atitude #8: O falso rico se considera melhor do que as pessoas que tem menos recursos

Para ele, quanto mais ricas são as pessoas, melhores são.

Se a pessoa não é tão rica quanto ele, ela é pior do que ele.

Se tem menos dinheiro, menos recursos financeiros, se tem menos conhecimento, eles acham que aquelas pessoas são menores do que eles e pode destratar elas simplesmente por ter mais dinheiro.

Essa é mais uma das atitudes de um falso rico.

Atitude #9: O falso rico gasta mais dinheiro em ter coisas do que em fazer coisas

Em outras palavras, ele prefere muito mais comprar bens materiais do que investir em experiências.

Quando falo em experiências, nem são experiências só para ele.

Viajar, praticar algum tipo de esporte, sair com seus filhos, sair para jantar com seu cônjuge, estar com seus amigos no momento que te dá prazer.

O falso rico abre mão dessas experiências e quer muito mais ter coisas.

Quanto mais ele tem, mais ele quer.

Se ele tem um relógio, ele quer um relógio melhor.

Se ele já tem um baita carro, ele quer um carro melhor.

Se ele já tem um baita apartamento, ele quer um apartamento melhor.

Ele quer sempre ganhar mais dinheiro para ter mais coisas e não para fazer mais coisas.

Atitude #10: O falso rico não se preocupa em aprender

Ele simplesmente não se preocupa em adquirir conhecimento.

Por já ter conseguido dinheiro, ter conseguido um determinado patamar financeiro, julga que: “Se eu já sou rico, não preciso melhorar. Eu já sou muito bom. Já sou melhor do que a maioria das pessoas, então não preciso estar adquirindo conhecimento. Não preciso crescer, não preciso evoluir.”

É essencial que você se torne cada dia uma pessoa melhor, tanto pessoal quanto profissionalmente.

Você não pode parar de aprender.

A partir do momento em que você decide que não quer mais aprender, é o momento em que você despencar na sua vida, tanto pessoal quando profissionalmente.

Conclusão

Essas dez atitudes demonstram muito bem qual é o caminho errado para você seguir em relação à riqueza.

Que fique bem claro: existem pessoas que seguem esse caminho mesmo sem ter dinheiro.

Elas julgam que essa é a atitude que elas devem ter em relação ao dinheiro…

Em relação a como ela deve lidar com sua vida pessoal e profissional.

Isso está totalmente errado.

Está errado mesmo que você já tenha dinheiro e está ainda mais errado se você não tiver, porque dificilmente você vai alcançar o sucesso.

Você pode até pontualmente até ter algum resultado financeiro bom, mas você nunca vai se sentir plenamente satisfeito, plenamente realizado, porque você não está cuidando das coisas que realmente importam.

No final das contas, o que você deve sempre buscar na sua vida é a liberdade financeira.

Essa é a coisa mais importante – não pelo dinheiro em si.

Mas porque a liberdade financeira vai te proporcionar a poder de escolha.

Você pode utilizar seu tempo nas coisas que mais importam para você.

Inclusive, eu preparei uma palestra online onde eu conto como alcancei minha liberdade financeira, como larguei meu emprego.

Isso tudo num tempo cinco vezes mais rápido.

Caso você queira saber mais sobre isso, sobre essa jornada da liberdade financeira que eu segui e certamente será muito útil para você, clique neste link aqui.

Para saber muito mais sobre como conquistar sua liberdade financeira e, aí sim, buscar a verdadeira riqueza.

Tudo começa pela mudança de mentalidade. Você começa a pensar da forma correta.

Aí você vai agir de uma forma correta e vai ter os resultados que você realmente almeja.

Se você não muda a forma como você pensa, você não vai mudar suas ações e não vai mudar os resultados que você tem hoje.

Por fim, recomendo também que você assista ao vídeo abaixo:

Gostou do vídeo? 🙂

Então clique neste link aqui para se inscrever gratuitamente em nosso canal no YouTube.

E se tiver qualquer dúvida, deixe um comentário logo abaixo.

Até a próxima!

Assine (é grátis)

Cadastre seu email e receba gratuitamente as atualizações do Quero Ficar Rico!


Conquistou a independência financeira e quer ajudar outras pessoas a alcançarem o mesmo objetivo. Continue lendo aqui!