Cálculo do Imposto de Renda retido na fonte

65 Flares Facebook 29 Twitter 25 Google+ 7 65 Flares ×

Imposto de Renda retido na fonteTemos recebido com alguma frequência e-mails de leitores que não sabem como funciona o cálculo do imposto de renda retido na fonte.

Muitos pensam que o fato de se enquadram em determinada faixa (entre 7,5% e 27,5%), significa que esse percentual será alíquota efetiva para cálculo do IR. Tanto que essas pessoas vão às contas para saber se receber um aumento vale a pena, caso haja uma mudança de faixa.

Que os brasileiros pagam muitos tributos, todos já estão cansados de saber. Mas, no caso específico do imposto de renda, há uma diferença entre a faixa em que você se enquadra, a alíquota incidente e quanto realmente representa o imposto retido sobre o rendimento tributável.

O cálculo não é tão simples, mas existem ferramentas gratuitas que fazem essa conta para você.

Para explicar como se dá o cálculo do imposto de renda retido na fonte, vou mostrar neste artigo o que é rendimento tributável, quais as deduções permitidas, como se calcula a base de cálculo e o imposto retido e, por fim, qual a alíquota efetiva.

Rendimento Tributável

O rendimento tributável é composto pelo rendimento bruto (salário bruto), descontando-se as parcelas indenizatórias, ou seja, auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio-saúde, entre outros. Esse resultado representa a parcela do rendimento que poderá sofrer tributação. Entretanto existem alguns fatores que podem ser deduzidos, reduzindo ainda mais a base de cálculo.

Deduções

Antes de aplicar a alíquota do IR, é possível fazer algumas deduções sobre o rendimento tributável. A legislação do imposto de renda permite que sejam feitas, dentre outras, as seguintes deduções:

  • Previdência oficial (INSS e previdências da União, Estados e Municípios);
  • Dependentes (dedução mensal de R$ 150,69 por dependente);
  • Pensão alimentícia;
  • Outras deduções (Previdência Privada, FAPI e Parcela isenta de aposentadoria, reserva remunerada, reforma e pensão para declarante com 65 anos ou mais, caso não tenha sido deduzida dos rendimentos tributáveis).

Base de cálculo

Como o próprio nome já define, a base de cálculo representa o montante sobre o qual incidirão as alíquotas do IR. Esse montante é obtido através da diferença entre o rendimento tributável e todas as deduções.

Imposto

Se após todas as deduções, a base de cálculo resultar num valor até R$ 1.499,15, você está isento do imposto de renda. Acima disso, existem as seguintes alíquotas (a depender da faixa): 7,5%, 15%, 22,5% e 27,5%.

Mas é importante que fique claro uma coisa: um salário pode estar em várias faixas. Não é porque alguém ganha mais de R$ 3.800, alcançando a faixa da alíquota de 27,5%, que essa alíquota vai incidir sobre toda base de cálculo.

A base de cálculo é “fatiada” e a parte que estiver em cada faixa sofrerá a incidência da alíquota daquela faixa.

Exemplo: digamos que José ganhe R$ 2.000,00. Após a dedução do INSS pago (R$ 220,00), a base de cálculo é R$ 1.780. Após o desconto da faixa de isenção (R$ 1.499,15), sobra R$ 280,85. Sobre esse valor, incide a alíquota de 7,5%.

No final das contas, José pagará apenas R$ 21,06 de imposto de renda.

Alíquota efetiva

A alíquota efetiva significa quanto o imposto pago representa, em termos percentuais, sobre o rendimento tributável.

No caso do José, ilustrado no exemplo acima, apesar do seu rendimento estar na faixa de 7,5%, o imposto retido representa apenas 1,05% do rendimento tributável. Em outras palavras, a alíquota efetiva é 1,05%.

Conclusão

O site da Receita Federal disponibiliza uma excelente ferramenta para calcular o imposto a ser retido na fonte. Com poucas informações digitadas, é possível saber exatamente quanto você pagará de imposto de renda, acabando com aquele trauma: “estou na faixa de 27,5%, então o governo vai ‘comer’ mais de um quarto do meu salário”.

É provável até que o governo fique com mais que um quarto do seu salário, mas certamente está relacionado a outros impostos em conjunto (IPTU, ICMS, ISS, IPVA), e não exclusivamente via imposto de renda.

Se ainda tiver restado alguma dúvida, não hesite em deixar um comentário!

Assine (é grátis)

Cadastre seu email e receba gratuitamente as atualizações do Quero Ficar Rico!


Atingiu a liberdade financeira e quer ajudar outras pessoas a alcançarem o mesmo objetivo. Continue lendo aqui!

  • anderson alves

    Muito válido o artigo pois eu já ouvi cada besteira sobre: não quero aumento pois vai reduzir o meu salário por pagar mais imposto, pelo menos eu ainda não consegui ver uma possibilidade disso acontecer e já até ouvi profissional que aparece no fantástico falar na internet besteiras do tipo: olha se isso acontecer e o aumento reduzir o seu salário por pagar mais imposto vc pode negociar com o seu chefe e rever o aumento.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Anderson, é impressionante a falta de informação de algumas pessoas. O pior é quando certos erros são endossados por grandes profissionais, como o comentarista Max Gehringer, da CBN e Fantástico.

      Olha só o tamanho do absurdo que foi dito no comentário “Reajuste salarial altera faixa do IR e reduz rendimentos do trabalhador“. Fiquei incrédulo quando ouvi isso vindo dele. Pode até ser que vocë tenha ouvido este mesmo comentário.

      Abraço!

  • Danilo

    Muito bom o post!
    E, pessoal: jamais tenham receio de receber aumento salarial por conta disso!

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Exatamente, Danilo. Até hoje não consegui visualizar como um aumento salarial conseguiu reduzir os ganhos de alguém, pelo menos do ponto de vista do IR.

      Abraço e valeu pela participação!

  • http://www.jbsilva2.com.br Mônica Japiassú

    Muito bom! Obrigada pelos esclarecimentos!

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Por nada, Mônica.

      Abraço!

  • Túlio

    Ótimo artigo, nunca imaginava que era dessa maneira. Agora fica minha dúvida, como é feito a dedução da previdência privada no IR do meu salário, por exemplo?

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Fico feliz em tê-lo ajudado a esclarecer esse assunto. Em relação à dedução da previdência privada, se ela não é feita na fonte, certamente deve ser feita na declaração anual do IR.

      Abraço!

  • Túlio

    Na declaração anual eu sabia disso, mas quando eu vi esse campo na tabela no site da Receita Federal, eu fiquei na dúvida.
    Obrigado.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Algumas empresas oferecem planos de previdência privada para seus funcionários e, nesse caso, fazem a retenção do IR já com essa dedução.

      Mas quando o plano de previdência privada é feito pelo próprio contribuinte, a dedução só pode ser feita na declaração de ajuste anual.

      Abraço!

  • Robson

    Venho acompanhando a página há algum tempo e gostaria de agradecer pelas boas postagens como essa última.
    Parabéns

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Eu que agradeço pelas palavras, Robson.

      Abraço!

  • anderson alves

    Rafael é justamente dele que eu estava falando e o cara é bem conhecido no assunto ein. Isso mostra o cuidado que temos que ter com tudo que se ouve por ai, sem desmerecer os comentários que ele faz pois acho muito interessante as observações do profissional mas nem tudo deve ser considerado como verdade absoluta e ser avaliado bem por quem houve.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Não confiem cegamente em nenhum livro, artigo ou comentário, seja do Quero Ficar Rico ou de qualquer outro lugar. Fazer questionamentos é essencial para o aprendizado.

      Falando especificamente do Quero Ficar Rico, aqui é um lugar para você conhecer algumas oportunidades, se aprofundar no assunto e tomar suas próprias decisões. E não a única fonte de conhecimento.

      E é assim que vocês devem pensar para qualquer outro meio que conheçam. Questionem, duvidem, procurem uma segunda opinião.

      Abração!

  • Leila

    Olá, rafael! Primeiramente parabenizar pelo excelente blog, tenho acompanhado há alguns dias e já me exclareceu muitas dúvidas em diversas materias. Me diz uma coisa, com relação ao IR, como posso saber quanto de deduções são feitas a titulo de contribuição previdenciaria para se saber o imposto retido na fonte? Entendi o calculo final, mas até lá tive essas dúvidas. Obrigada.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Para quem ganha até R$ 3.689,66, a dedução do INSS corresponde a 11% do rendimento tributável. Para quem é servidor público e tem regime próprio de previdência, o percentual e o limite podem variar.

      Abraço!

  • Douglas

    Olá amigos, tenho uma duvida, quanto a retencao na fonte,
    se tive salario registrado em apenas 6 meses do ano, a retencao sera baseada neste(presumindo-se que recebi este salario por 12 meses) , porem na declaracao anual de rendimentos, meu rendimento total foi menor que a base prevista, entrarei em outra faixa de liquotas ? e consequentemente terei restituicao ? (nao sei se consegui ser claro). obrigado.

    • Rita

      É isso mesmo, na declaração final você fará estes ajustes e se for o caso receberá restituição.

  • Leonardo

    Tenho uma dúvida. Há algum benefício em se descontar o valor de dependente na fonte se no ano seguintese optar pelo desconto simplificado?

  • André

    Estou em um emprego ganhando 2.138 reais por mês, só que eu entrei agora, estava sem remuneração ano passado. Só que no meu primeiro salário (junho) veio descontado 25 reais de imposto retido na fonte. Esse valor não é pra ser descontado ano que vem, junto com a declaração? Mesmo me descontando esse valor todo mês terei que fazer a declaração ano que vem? Me desculpe mas eu não sei nada de imposto de renda.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      O desconto está correto mas se no momento da declaração você tiver pago mais que deveria, tem direito à restituição do IR.

      Abraço!

      • Warnercabral

        CAbral,
        rafael, isso quer dizer, que não teremos o aumento exato líquido no salário, mas sim uma porcentagem desse aumento.. é isso? recebo aproximadamente 70% do mesmo, ou varia de acordo com as faixas?

        abrços

      • Daniel

        Olá Rafael, Parabens por este site. fiquei com uma dúvida em relação a esta resposta sua. Como funciona este calculo para saber se PAGUEI MAIS ou MENOS durante o período de 1 ano, pois estou pensando em mudar de emprego e consequentemente terei aumento salario e com isso, gostaria de fazer uma previsão de gastos que terei

  • Ramon Vago

    Os valores ficam iguais, mas não sei porque deu essa contornada toda, que confunde muito mais.

    O calculo seria:

    2000 de salário – 220 de INSS = 1.780

    1.780 x 7,5 % = 133,50

    Agora é só diminuir a parcela a deduzir de 112,43, que a própria tabela do imposto de renda oference

    133,50 – 112,43 = 21,07

  • Nilson Fa

    Prezado Rafael, há muitos anos minha esposa e minha filha eram informadas como minhas dependentes, cada uma numa de minhas duas fontes salariais, mas só minha filha era dependente na minha declaração anual, minha esposa não, pois declarava em separado. Isto era ilegal ? Agora nos separamos de fato, não judicialmente, e a pensão alimentícia homologada pra minha filha vem sendo descontada de meus dois contracheques. Sou obrigado a dar baixa nelas como dependentes informadas e deduzidas do IRRF, já que declararemos os três em separado? Ou é uma prerrogativa minha, de momento, não declará-las dependentes no ajuste anual, mesmo que tenham sido deduzidas de meus IRRF?

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Nilson, o pouco que conheço sobre a legislação do imposto de renda é referente à declaração dos investimentos.

      Infelizmente receio não poder ajudá-lo de maneira apropriada. Sugiro, entretanto, que procure um contador e tire sua dúvida.

      Abraço e obrigado pela participação!

    • Rita

      Não tenho 100% de certeza, mas acho que o que você declara para suas fontes pagadoras não faz muita diferença em termos legais para o fisco, o importante é o que você declara no ajuste final. Este sim tem que ser coerente. Agora, se você paga pensão judicial para sua filha e a guarda está com sua esposa, ela não pode mais ser sua dependente, mas a pensão judicial é sim descontada do imposto de renda. E se vc tem despesas extras com sua filha, tipo saúde, pode desconta-las do seu imposto de renda colocando sua filha como “alimentanda”.

  • Erick GBS

    Rafael Seabra quero lhe parabenizar por todos os artigos postado, sempre de grande utilidade para aqueles que querem ficar mais informados em relação a finanças… No exemplo dado de José, eu pegando um gancho deixa eu ver se entendir certinho… Vamos supor que eu tenha um rendimento de R$ 2.500,00 eu subtraio o valor do desconto da faixa de isenção (R$ 1.499,15), restando R$ 1.000,85. Apartir desse valor é descontado 15% que é a minha faixa, pagando ao IR R$ 150,13 ok?

    Outra pergunta é o seguinte, o sálario Base é R$ 2.500,00 + 30% Periculosidade e + 10% de Adicional noturno, ficando em R$ 3.500,00. O calculo do IR é feito do sálario base ou junta com os 30% e 10%?

  • http://twitter.com/filho_walclides Walclides Melo

    Bastante esclarecedor o artigo, bem redigido e em linguagem acessível. Ainda dentro do tema “Imposto de Renda”, seria bem interessante se fosse confeccionado outro artigo sobre “imposto de renda e ações,” bem como esclarecer se a(s) alíquota(s) é(são) regressiva(s) ou não. É verdade que as corretores já esclarecem a respeito, mas ainda assim seria interessante a informação e opinião de vocês.

    De resto, os autores do blog continuam de parabéns. Semanalmente acesso o “Quero Ficar Rico” para “alavancar” minha inteligência financeira. Forte abraço.

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Obrigado, Walclides.

      Na verdade, já escrevi um artigo bem completo explicando como declarar seus investimentos no Imposto de Renda. Dentre as modalidades de investimento apresentadas, está o investimento em ações. Dá uma olhada:

      Como declarar seus investimentos no Imposto de Renda

      Abraço e valeu pela participação!

  • Peterson Machado

    Uma dúvida… Digamos que a pessoa não tenha renda tributável até o mês 6, e a partir do mês 7 passe a receber uma renda com imposto retido na fonte. Porém somando-se a renda anual tributável, ela fica abaixo do valor o qual se começa a cobrar IR. Nesse caso haverá restituição do IR no fim do ano??

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Haverá restituição, mas será no ano seguinte.

      Abraço!

  • Leonidasassuncao

    Nossa, Rafael meus parabéns, eu já estava nervoso com isso pois até então não tinha conseguido compreender como funcionava o descontos do imposto de renda!
    Muito obrigado!

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Fico feliz em saber que este artigo te ajudou a entender direitinho.

      Seja bem-vindo ao Quero Ficar Rico!

      Abraço!

  • rodrigoabs

    Olá gostei do artigo. Mas estou com uma duvida quanto a parcela a deduzir do imposto de renda, onde ela entra no calculo?

  • rodrigoabs

    complementando a minha pergunta anterior, vi que quando se faz o desconto 1499,15 da base de calculo e no final sobre o que resta gera 21,06 conforme o exemplo. Reparei que dessa forma é feito sem desconto. Mas quando se usa o valor 1780 (base de calculo) e tira direto o 7,5%, e , separada mente tira-se de 1499,15 os 7,5%(mesma aliquota imposta a primeira) tem-se 133,5 do primeiro menos os 112,44 do segundo resta 21,06, Por fim o mesmo resultado só que tendo 112,44 como parcela a deduzir do imposto de renda, quero saber se isso é so conhecidencia, ou se esta certo pode ser feito das duas formas?

  • cris

    Gostaria de uma ajuda sua, se possível. Sou formalmente contratada e meu imposto de renda é retido na fonte mensalmente, mas tive que pagar mais 60 reais de irpf no ano passado. Não tive outra fonte de renda fora do emprego formal. O imposto retido não deveria ser exatamente aquilo q tenho q pagar ao Leão?? Achei estranho ter q pagar ainda mais! Todo ano recebo resíduo, ano passado foi o primeiro q tive que pagar a mais.

  • Ricardo Gutier

    Sobre o 13º incide IR e contribuição à previdência oficial (INSS). Como o 13º é um rendimento tributado exclusivamente na fonte, eu entendo o porquê do IR que nele incide não estar somado ao IR total pago por mim durante o ano, conforme o informe de rendimentos que recebi de 2011 do meu empregador. No entanto o valor da contribuição ao INSS que incide sobre o 13º, já que não é tributação e sim uma contribuição, não deveria ser adicionada às demais para cálculo do total de contribuição ao INSS recolhida durante o ano?

  • Anathanna-bb1

    faz um tempo que sai de uma firma…quase um ano, e hoje chegou uma carta do ministério da fazenda,é um comprovante de imposto de renda e tal…
    bom…
    tem m seguinte item aqui que me deixou na duvida,
    esta escrito;
    rendimento sujeito á tributação exclusiva(rendimento liquido).
    decimo terceiro salario… e R$ x,x tal valor..
    mas nao entendi, dá para retirar essa quantia?
    e onde seria?
    aguardo resposta. obrigada

  • Pablofelipe

    o

  • Pablofelipe

    O que é imposto de renda retido na fonte? no meu comprovante de rendimentos
    aparece R$87,00, me falaram que é um valor que posso resgatar é verdade?

  • Dan

    Você pergunta pra qualquer um no seu trabalho, por mais instruído que seja: Quantos % vc paga de imposto de renda? A resposta vem em coro: 27,5%.. e se vc fala que na verdade é menos, por causa das fatias vc é crucificado.. “Sabe nada esse aee!”. Mto bom artigo.

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Pois é, Dan. Já vi comentarista da CBN dizendo que, dependendo do valor, não valia a pena receber um aumento no trabalho, pois passaria para a maior faixa do IR e o valor líquido seria menor.

      Você acredita?

      Abraço!

  • Dan

    Ah, uma dúvida que eu esqueci de falar: Vejo em todos os lugares que o INSS pode ser restituído. Mas se vc tira a contribuição do INSS da base de cálculo antes de aplicar o IR então já não está certo? Agora resta saber se na minha empresa o imposto incide sobre o bruto, antes de tirar o INSS, agora não sei…

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      O IR só incide sobre o saldo após o desconto do INSS.

      Abraço!

  • jhony

    alguem pode me explicar pq todo ano eu tenho q pagar e nunca tenho nada a receber?meus parentes pagam e depois recebem tbm,só comigo q isso nao acontece.pq ?

  • Leandro

    Há uma divergencia nos valores de Total de Rendimentos, Contribuição Previdenciaria Oficial, Imposto de Renda Retido e 13º salario contantes no “comprovante anual de rendimentos ( fornecido pela empresa)” e na destes mesmos valores constantes em todos os holerits do mesmo ano. De onde devo tirar os valores de IRRF, 13ºS., CPO e TR?

  • Rodolfo

    Eu tenho uma dúvida que é a seguinte: meu salário não se enquadra no que se diz respeito a IR. Porém, algumas vezes viajo pela empresa etc e soma-se a ajuda de custo ao salário, passando as vezes dos R$2.500… ai automaticamente o leão vem e come uma parcelinha desse dinheirinho… como faço pra recuperar estes valores retidos na fonte? agradece

  • Mareli Celestino

    Oi Rafael, nossa até que enfim consegui encontrar alguém que conseguiu me esclarecer como funciona o imposto de renda, ótimo artigo, parabéns.

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Fico feliz em ter ajudado :)

      Abraço!

  • Bruna

    olá Rafael eu tb nao sei nada de imposto de renda, me formei como dentista e agora a caixa me mostrou um financiamento para procedimentos mais caros para oferecer aos meus pacientes, depois de aprovado vai pra minha conta corrente, enfim neste caso o imposto é retido direto da fonte? Por que no consultorio que trabalho o dono quer que eu financie receba uma porcentagem deste valor no caso de implantes por exemplo mais ai pagamos o especialista e repartimos o restante.
    Ai nao sei se é bom negocio por conta do impostos por afinal assumiria todo já que sairia no meu nome, mas ele veio com esta que já é retido direto da fonte e fiquei perdida… deu pra notar que nao entendo nada de imposto de renda?

  • Taysson Kruger

    Quando é o pagamento do IRRF retido?

  • Robson

    Muito bom……….

  • Aleques_casadomedico

    Gostei muito parabéns…..

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Obrigado.

      Abraço!

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Obrigado.

      Abraço!

  • Fabiana Flores

    olá Rafael, gostaria de tirar uma dúvida, é sobre o desconto por dependente IRRF, por que se faz esse desconto no salário e para onde vai este valor, ele retorna para contribuinte na restituição do imposto de renda, desde já agradeço…

    Fabiana Flores

  • fabio

    Caro Rafael Seabra, sou policial militar e tenho dois contra cheques, um da Policia e outro da casa civil, referenta a cargo comissionado, estas fontes pagadoras tem cnpj diferentes mais estão sendo implementadas no mesmo local.
    Pelo que pude observar esta havendo erro no calculo do meu IRRF. O meu salario na Policia Bruto e de 3386,58, sendo descontado R$ 306,20 em carater de IRRF. O da Casa Civil e de R$ 1800,00, sendo descontado R$ 197,95 em carater de IRRF. Tenho dois depedentes em ambos os contra cheques.
    Recebo no salario da Policia em carater de auxilio alimentação o valor de R$174,60, auxilio moradia R$ R$ 647,82. desconto tambem no contra da policia os valores de R$ 72,31 de fundo de saude e R$ 200,85.
    Pelo que observei o valor cobrado esta muito a maior do que o devido. e que estes nnão observaram as deduções legais e tambem nnão sei se é licito eles juntares as duas rendas, haja vista serem de fontes pagadoras diversar,, embora sejam ambas do governo do estado.
    Desde já grato pela resposta. grande abraço e parabens pela matéria.

    • fabio

      O valor de R$ 200,85 é referente ao rio previdencia (o que seria ao inss para funcionarios da iniciativa privada), se alguem pudesse me responder ficaria grato.

  • carlos augusto severino

    Fiz 65 anos e só tenho uma fonte de renda terei algum desconto adicional por ter esta idade ou não

  • Danizinha Salamemingue

    Gostaria de saber se quando completamos 65 anos, ficamos isentos de declarar e pagar o imposto de renda? Grata. Daniele Ribeiro

  • mauro vieira

    olá Rafael,meu nome é Mauro,quero saber o seguinte! vamos supor que por algum motivo eu ganhei um valor de 100.000.00 mil reais ok, por algum motivo não posso dizer de onde veio esse valor,o que devo fazer? e vamos supor que eu tenha como dizer o motivo, fui e declarei o valor de 100.000.00 mil reais, ai como é calculado? encima deste valor pagarei uma vez pro leão,ou todo ano terei que pagar? por que pode acontecer de por algum motivo eu fali…ai como é feito esses cálculos???. muito obrigado se vc puder responder…acho que terá muita gente querendo saber essas mesmas duvidas que tenho também. e muitas outras.

  • Stefany

    Muito obrigada! Post muito bom!

    Agora entendi realmente como é feito o desconto!
    :)

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Que bom, Stefany :)

      Abraço!

  • Haroldo

    Excelente artigo. Muito didático !
    Poderia atualizá-lo com a tabela de 2012/2013 e usar como exemplo um salário que contemple duas faixas de imposto, seria show !

  • Eva Lsc

    Nossa! Muito bom este artigo, tirou muitas dúvidas que eu tinha. obrigada

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Por nada, Eva.

      Abraço!

  • Marcio

    Rafael, boa tarde!

    Conseguir um contrato de 1 ano com uma empresa, no primeiro mes recebi mais de 9 mil reais, agora nesse segundo eles nao depositaram mais de 9 mil reais, me disseram que foi imposto retido, mas na minha conta bancaria nao tem nada de desconto desse imposto, estou aguardando o contato da empresa, para verificar com eles se realmente eles depositaram o valor errado na minha conta e falta transferir a diferença que esta faltando.

  • Talita Maeli

    Exelente postagem ! Esclareceu muitas dúvidas!

  • Marcos

    boa Tarde Rafael.
    gostaria de saber se a esposa (não tem renda) entra como dependente na dedução na base de calculo IR mensal. Perguntei ao RH da empresa e ela disse que mudou, que só é dependente na Anual.
    Abs.

  • roberto

    sou aposentado foi feito a revisao art; 29 houve um desconto de irrf errado pois nao foi considerado meus dependentes o inss a pedido meu cadastrou os mesmos e passou a descontar menos da metade q antes. e o q descontarao a mais ?inclusive na revisao como vou ser ressarcido ja q nen na receita nen no inss me me informao direito desculpe os erros de portugues obrigado meu nome e roberto

  • Katiúcia

    Olá me chamo Katiucia e gostaria de saber, apartir de que valor é descontado o IRRF do meu salário, e qual é o calculo utilizado, ex: se minhas férias deu o valor total de : 1820,00, tem que descontar o IRRF e qual é o calculo ?
    Obrigada pela ajuda
    Att
    Katiucia

  • Amauri

    Mas tem como este desconto do irrf no contracheque ser devolvido pela receita.

  • Bento Xavier

    CARO RAFAEL, TRABALHEI EM UMA EMPRESA QUE TEVE FALENCIA E NÃO TEM PESSOAL DO SETOR PESSOAL PARA FORNECER NOSSOS INFORME DE RENDIMENTO. DISPOMOS DE NOSSOS CONTRACHEQUES DE JANEIRO A OUTUBRO DE 2012, COMO FAZER PARA CALCULAR O TOTAL DE RENDIMENTOS,CONTRIBUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA E IMPOSTO RETIDO NA FONTE. AGUARDO RESPOSTA

  • keilacaetano

    Ola Rafael…
    Eu sou professora efetiva no município e no estado. Meus contracheques de todos os meses, dos dois trabalhos já vem descontando o imposto retido na fonte. Mas no ano de 2012 ainda tive de pagar pro governo uma diferença de mais de R$ 1.300,00. Acho o cúmulo do absurdo ter que trabalhar tanto, pagar plano de saúde pra mim e pra um sobrinho (que não é meu dependente) e ainda ter que pagar tanto para o governo. Esses cálculos estão certo ou o contador me explorou? Juntando o que ganho líquido dos dois empregos dão cerca de R$ 3.500,00.

  • Marcia

    Quando o plano de previdência é privado, o desconto do IR incide sobre o valor da previdência também?

  • Tito32t

    Nossa não sei porque não estudei mais, adoro números, e gosto de desafios. Parabens a materia. E quando e bem explicado melhora mais ainda.

  • rose

    recebo uma pensao por morte de previdencia privada porem com recebi os atrsados da pensao foi descontado de uma so vez 24 mil retido na fonte esse quantia e restituivel obrigado

  • Ambmartinsst

    o engraçado e que estou na faixa da alicota de 27,5%, o governo me leva quase metade do que recebo mensalmente, e quando fui fazer a declaração o bendito programa do governo me diz que devo um valor superior do que o que me foi retido na fonte, não entendo se ja me foi descontado, porque tenho que pagar um valor superior ao que ja paguei? acho que vou fazer um acordo com o governo ele fica com o meu sálario e me da o valor que tenho que pagar de IR, pois com os valores me cobrado não é só 27,5% que estou pagando não, é 55%, acho que o pobre governo deve mesmo me explorar, coitado também com tanta bolsa para pagar, bolsa para assaltante pra me roubar, bolsa familia para ninguem querer trabalhar, vale gas, vale energia, acho que também vou pedir demissão e passar a pedir nesses programas, pois também sou pobre!

  • debora

    Estou recebendo auxilio doença desde o meio de setembro de 2012. Pergunta , esses valores devem ser declarado no imposto de renda e onde faço essa declaração?

  • Pestana Claudio

    No ano passado declarei o imposto de Renda 2012 ficou um valor a recolher de 6,95 como a receita só aceita o valor acima de 10,00 como faço para recolher esse valor ou onde jogar no imposto desse ano ja que tenho nesse um valor a recolher de 12,00.
    Se tenho a recolher esse valor de 6,95 em que campo lançar se não como fica tem que acumular com esse ano? tem que corrigir.

  • Henrique

    Gostei da matéria, agora todas minhas dúvidas foram esclarecidas.

  • Paulo Rocha

    Prezado Rafael Seabra, muito elucidativo e didático o artigo. Os links de cálculo serviram sobremodo e me ajudaram a tomar uma decisão importantíssima para a saúde financeira de minha família.
    Muito obrigado.

  • DANIELE BERNARDO DA SILVA

    SOU AUXILIAR DE ADMINISTRAÇÃO E RECEBO R$ 1.200,00, MAS R$ 1.000,00 DE PENSÃO ALIMENTICIA DOS MEUS FILHOS, ISSO É DE BOCA POIS NÃO ESTA LEGAZADO PELA JUSTIÇA, O MEU EX- MARIDO E QUE MANDA COMO SE FOSSE PENSAO DOS MENINOS. EU TENHO QUE FAZER IMPOSTO DE RENDA TAMBÉM

  • Tiago Braga

    Camarada, muito bom!

  • sentak90

    Rafael não sei se vc tem conta na Telexfree, se tiver gostaria que vc podesse dar uma olhada como eles fazem o calculo do imposto retido na fonte das contas Telexfree.

  • Camilla

    Muito obrigada, Rafael. Seu artigo foi muito esclarecedor.

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Por nada, Camilla.

      Abraço!

  • Rita

    Minha empresa paga um benefício com nome de “auxílio almoço”, que segundo informação da empresa tem natureza salarial e foi negociado em acordo coletivo. Por isso, o valor vem no contracheque e sofre desconto de IRRF. Já que é um benefício com objetivo de me fornecer alimentação, eu poderia alegar que não deveria pagar imposto de renda sobre este valor e fazer o ajusto na declaração anual de imposto de renda? Seria legal esta manobra?