Regras de compra e venda de títulos públicos

14 Flares Facebook 0 Twitter 12 Google+ 1 14 Flares ×

Tenho recebido muitas dúvidas relacionadas a como comprar, como vender, mudanças nos preços dos títulos, taxas cobradas, entre muitas outras sobre o Tesouro Direto. Vários questionamentos, entretanto, são recorrentes e percebi que seria mais prudente escrever um artigo respondendo às principais questões sobre compra e venda dos títulos.

O crescimento da demanda por informações sobre o investimento em títulos públicos me deixa muito satisfeito, pois se trata de uma ótima opção de investimento, com baixo custo, boa rentabilidade e garantido pelo Tesouro Nacional.

O intuito deste artigo, portanto, é organizar vários questionamentos em tópicos e tentar explicar cada um deles separadamente, permitindo um melhor entendimento e complementando a leitura com links para outros artigos do Quero Ficar Rico e páginas do site do Tesouro Direto.

Limites de compra

As compras no Tesouro Direto a esta quantidade deverão ser múltiplas de 0,2 título. O limite máximo de compra por investidor é de R$ 400 mil por mês. Este limite não deve ser considerado para cada título separadamente, mas sim para a carteira de títulos adquirida pelo investidor durante o mês.

No ato da compra, o investidor pode optar por informar o valor financeiro ou a quantidade de títulos que pretende adquirir. Caso informe o valor financeiro, o sistema do Tesouro Direto ajustará automaticamente este valor para o valor mais próximo que represente uma quantidade de títulos múltipla de 0,2, já descontando as taxas de serviços cobradas. O investidor poderá confirmar a compra ou alterar novamente os valores informados até chegar ao valor desejado para investimento.

Limites de venda

Os investidores podem vender ao Tesouro Nacional os títulos adquiridos no Tesouro Direto. O Tesouro Nacional recompra os títulos adquiridos diretamente do Tesouro Direto todas às quartas-feiras sem limitação de quantidade ou de valor, desde que sejam múltiplos de 0,2.

Atualização nos preços dos títulos

O Tesouro Nacional pode alterar o preço dos títulos ofertados a qualquer momento. Os investidores que estiverem montando a sua cesta de títulos no momento da alteração dos preços, receberão uma notificação com os preços atualizados. O investidor poderá confirmar a cesta de títulos com os novos preços, alterar as quantidades ou valores da cesta ou desistir da operação.

Horário de funcionamento

O site do Tesouro Direto fica disponível para consulta 24 horas por dia, 7 dias por semana. Os investidores podem realizar compras no Tesouro Direto todos os dias entre às 9 horas de um dia às 5 horas do dia seguinte.

A fim de conceder liquidez aos títulos públicos adquiridos no Tesouro Direto, o Tesouro Nacional realiza recompras semanais, entre 9 horas das quartas-feiras e 5 horas das quintas-feiras. Excepcionalmente, nas semanas em que houver reunião do Comitê de Política Monetária (COPOM), a negociação dos títulos, exceto da LFT, ficará suspensa entre 17 horas da quarta-feira e 9 horas de quinta-feira, início do mercado, para evitar que as decisões do COPOM acerca da meta da taxa SELIC possam afetar as negociações no Tesouro Direto sem que haja um correspondente efeito no mercado secundário.

Taxas de serviço

São cobradas três taxas (uma delas é opcional) no Tesouro Direto:

  1. Taxa de negociação: 0,10% sobre o valor da operação;
  2. Taxa de custódia: 0,30% ao ano sobre o valor dos títulos;
  3. Taxa do agente (corretora): cobrada livremente, mas existem corretoras como a Banif, PAX, Socopa e Spinelli que não cobram essa taxa.

Para saber mais, leia o artigo “Taxas cobradas no Tesouro Direto“.

Tributação

Os impostos cobrados sobre as operações realizadas no Tesouro Direto são os mesmos que incidem sobre as operações de renda fixa, ou seja, Imposto de Renda sobre os rendimentos dos títulos e nos investimentos de prazo inferior a 30 dias IOF. A tabela do IR é a seguinte:

  • 22,5%, em aplicações com prazo de até 180 dias;
  • 20%, em aplicações com prazo de 181 dias até 360 dias;
  • 17,5%, em aplicações com prazo de 361 dias até 720 dias;
  • 15%, em aplicações com prazo acima de 720 dias.

Para saber mais, leia o artigo “Tributação do Tesouro Direto“.

Prazo de liquidação

Os títulos adquiridos no Tesouro Direto constarão na conta de custódia do investidor dois dias úteis após a data limite para ter disponíveis os recursos na conta do Agente de Custódia. Entre a data de compra e a data em que os títulos tornam-se disponíveis, o investidor poderá consultar o estágio do processo de liquidação da compra nas consultas de protocolos no Tesouro Direto.

Ainda restam dúvidas?

Apesar do artigo abranger uma grande quantidade de questionamentos, é possível que ainda existam várias dúvidas sobre o investimento em títulos públicos. Recomendo dar uma navegada pelo site do Tesouro Direto, pois é muito rico em informações e é de lá que tiro boa parte delas. Caso essas dúvidas permaneçam, fique à vontade para tirá-las, deixando um comentário.

Assine (é grátis)

Cadastre seu email e receba gratuitamente as atualizações do Quero Ficar Rico!


Atingiu a liberdade financeira e quer ajudar outras pessoas a alcançarem o mesmo objetivo. Continue lendo aqui!

  • lendro leal

    RAfael quero investir mas tenho pouco conhecimento o que devo fazer?
    valeuu

    • Adonay

      Corra atrás da informação. :P

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Você tem que buscar informações. A boa notícia é que existe muita informação de qualidade e gratuita por aí afora. Você pode pesquisar tanto aqui no Quero Ficar Rico quanto em qualquer dos links recomendados no rodapé desta página, pois todos são ótimos.

      Comece por aplicações mais seguras, como o Tesouro Direto e, com o tempo, vá se especializando.

      Abraço!

  • Sérgio

    Olá Rafael,
    Tenho uma dúvida em relação a NTN-F(01.01.2021), esse título é pré-fixado, com pagamento de cupom semestralmente e o principal, no vencimento. Mas, eu fiz uma cálculo no site do tesouro, para uma aplicação no valor de R$ 50.000,00, e o principal deu um pouco mais de R$ 58.000,00, no resgate. O correto não seria R$50.000,00(principal), fiquei meio na dúvida. Se você puder esclarecer, eu agradeço.
    Obs. Por ser um tìtulo pré-fixado, o valor que aparece no site do TD depois do cálculo, é exatamente este o valor que iremos receber ?

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Você receberá, no vencimento, exatamente R$ 1.000,00 por cada NTN-F, além dos cupons semestrais. Pode verificar que o preço de compra sempre é abaixo desse valor.

      Caso tenha interesse em tentar entender a metodologia do cálculo (digo logo que não é tão simples), acesse: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro_direto/metodologia.asp

      Abraço!

  • Gonçalves

    Boa noite,
    Nós conseguimos ver o quanto o titulo ja rendeu e quanto ta valendo agora?
    Por exemplo, fiz uma compra de 1000 reais em titulos, depois de um mes posso ver quanto ja rendeu desses 1000 reais e ver por exemplo q ele ta 1005 reais hoje?

    Muito obrigado Rafael.

    • Adonay

      Você pode ver o quanto rendeu, mas esse valor não é da rentabilidade do titulo, mas sim da flutuação do valor do titulo. Você só recebe o valor referente ao rendimento nos cupons semestrais ou no principal no vencimento do titulo.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Adonay está correto. Ainda assim, saiba que você pode ver diariamente quanto o preço do título variou, quanto deve de IR, quantos dias já trascorreram desde a compra, entre muitas outras informações.

      Abraço!

  • Fabio

    Sempre to lendo os seus artigos, to conseguindo entender mais sobre o tesouro direito, percebi você fala muito sobre o tesouro direto, a minha questão é o seguinte vou começar meus investimento esse ano, quero investir R$ 200,00 por mês durante esse ano, me faz um caculo avaliando os juros de hoje, e prazo de um ano, quanto eu receberia depois de um ano.

    grato..

  • Ednei

    Um exemplo banal, os titulos comprados hoej podem ser vendidos daqui 1 semana, os calculos são diarios, mensais, periódicos?

    • Adonay

      Você só pode vender os titulos na quarta-feira, e o valor não tem nada a ver com a rentabilidade do mesmo, e sim com a flutuação do valor.

  • Adonay

    Gostaria de saber se você conhece algum movimento especulativo nos titulos do tesouro direto. Eu acompanho minha carteira de titulos semanalmente, e notei que alguns titulos se valorizam muito acima da rentabilidade, por exemplo, os titulos NTNB-P 150535 chegou a variar mais de 8% em um mês, se a pessoa comprou no mês passado, o rendimento seria de 8% em apenas um mês, isso poderia gerar uma oportunidade de especular com esses titulos.
    Eu não faço isso pois meu objetivo é LP, mas gostaria de saber se você conhece alguem que faz?

    Sugestão de um tópico seria como funciona os sistemas de consorcio, e como algumas pessoas usam esse sistema para fazer dinheiro.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Até dá para especular, e nem é tão difícil, mas os custos são altos. O IR é na maior faixa (22,5%), tem que pagar IOF (operações com menos de 30 dias) e o preço para você vender é mais baixo que para comprar.

      Resumindo: você vai pagar o maior preço para comprar, o menor para vender e pagar muitos impostos. Se ainda assim valer a pena (que seria o caso desse teu exemplo), vá em frente.

      Quanto a esse rendimento que você citou, isso ocorreu porque o TD baixou significativamente os juros pagos por esse título. E como o vencimento é o mesmo, tiveram que valorizá-lo com força.

      Abraço!

  • Fernanda

    Olá Rafael

    Lendo um topico do amigo Sergio, onde ele comenta uma frase assim:

    Olá Rafael,
    Tenho uma dúvida em relação a NTN-F(01.01.2021), esse título é pré-fixado, com pagamento de cupom semestralmente e o principal, no vencimento

    O que seria pagamento de cupom semestralmente e o principal?

    Grata

    Fernanda

    • Sérgio

      Olá Fernanda,
      O cupom, são os juros que são pagos a cada 6 meses, e o principal é o valor que você investiu.
      Obs: Existem diversos títulos que não pagam cupom semestralmente(LTN, LFT e NTN-B PRINCIPAL).
      Sugiro que você se informe no site do tesouro direto (www.tesourodireto.gov.br), você vai encontrar praticamente todas as informações necessárias e poder tirar as suas dúvidas.
      Abraços

  • Neto

    Rafael, li em um site que com a perspectiva de aumento da taxa Selic por parte do Banco Central nesse ano, uma boa opção seria o título LFT. Você concorda?

    Outra coisa: quais títulos você considera a melhor opção para quem quer investir com dois propósitos:
    – Comprar um apartamento daqui a 10 anos
    – Aposentadoria

    Obrigado

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Concordo sim. A Selic está subindo e ainda deve subir mais nos próximos meses.

      Para ambos os casos apresentados, recomendaria a NTN-B Principal, pois são ideais para manutenção do poder de compra com ganho real, pois pagam 6% a.a. + IPCA (índice de inflação).

      Abraço!

  • anderson alves

    Rafael com as últimas notícias os títulos de curto prazo ntnb e préfixados deram uma subida forte, é a hora de entrar eu pergunto pois irei receber um dinheiro agora em janeiro e gostaria de fazer uma aplicação melhor no tesouro, mas sei que vão aumentar mais com as subidas da selic, o que fazer, esperar colocando numa poupança ou aplicar aproveitando essa subida incial?

  • anderson alves

    Rafael boa tarde, o que fazer eu tenho um dinheiro para receber no final desse mes e os títulos públicos estam disparando ntnb (6,5%) e pré ( 12,8%) para prazos menores, em qual título investir ou devo esperar as próximas subidas colocando esse dinheiro na poupança ou cdb para esperar o aumento e maior taxa dos títlulos? o que vc faria se sua intenção fosse renda fixa nesse momento?

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Iria na NTN-B e LFT, pois a Selic deve subir ainda mais.

      Abraço!

  • Valdemiro Kreusch Júnior

    Caro Rafael, parabéns pelo excelente trabalho no blog. Gostaria de esclarecer uma dúvida acerca da tributação, mas relativa aos investimentos em ouro. Como se tá a tributação desse investimento? É mensal, qual alíquota?
    Obrigado.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      A tributação é exatamente igual ao investimento em açõe. Funciona assim:

      Tributa-se o rendimento auferido, que será a base de cálculo para o Imposto de Renda, na alíquota de 15%. O imposto deve ser pago mensalmente, até o último dia do mês seguinte ao que se realizou a operação.

      Estão isentas de tributação do IR somente a posição em ouro inferior à R$ 20.000,00 (valor de mercado – não o preço no momento da aquisição).

      Abraço!

  • Sérgio

    Olá Rafael,
    Com a expectativa da taxa selic subir ainda mais este ano, a taxa de juros da NTN-F também irá acompanhar a alta da selic?

  • Fernanda

    Rafael Boa Noite

    Minha situação é o seguinte: Financiei a construção da minha casa em um valor de 113.000,00 para pagar em 30 anos a uma taxa de 13% ao ano,a parcela inicial era de 1.400,00 por mes as prestações são decrescente e os juros são compostos. Hoje ja estou na 13ª prestação, mas eu fiz um calculo e concluir que se ha cada 1 vez por ano eu amortizar 10.000 eu teria um juros de uns 9.000 em cima dos 113.000 financiado, mas se eu pagasse em 30 anos esse valor aumentaria em 200.000,00 (não sei se calculei correto)
    Mas minha pergunta é:
    Compensa amortizar 10.000 uma vez por ano ou investir esse dinheiro e pagar em 30 anos mesmo?

    Grata

    Fernanda

  • Eduardo Felippe

    Bom dia Rafael!
    Parabéns pelo site primeiramente, ja está Add nos favoritos!

    Minha situação é a seguinte: tenho um valor de 50.0000,00 que hj estão na poupança e não pretendo usa-lo neste ano nem no próximo, estava com idéia de investir no TD, mais precisamente no NTN-B Principal, porém ao que tudo indica a taxa selic tem tudo pra subir… não seria melhor um título indexado à esta taxa?

    Abraços!!

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      A tendência de alta é no curto prazo. Para 2015 (título com menor vencimento disponível para compra), ela já deve estar em baixa. Mas tanto a LFT quanto NTN-B Principal são bons negócios no atual momento.

      Abraço!

  • Fernanda

    Rafael e galera!!!

    Duvida cruel me ajudem!!

    Vou investir em titulos publicos NTN-B e LFT, porem eu quero investir apenas uma quantia em um titulo e o outro investir todo mes uns 500,00, aí vem a duvida, qualquer desses titulos eu posso comprar todo mes? Tipo igual poupança onde vc deposita todo mes a quantia que vc quiser… Como funciona no caso dos titulos??

    Obrigada se pudem me ajudar!!!

    Fernanda

  • Fernanda

    Rafael e galera!!!

    Duvida cruel me ajudem!!

    Vou investir em titulos publicos NTN-B e LFT, porem eu quero investir apenas uma quantia em um titulo e o outro investir todo mes uns 500,00, aí vem a duvida, qualquer desses titulos eu posso comprar todo mes? Tipo igual poupança onde vc deposita todo mes a quantia que vc quiser… Como funciona no caso dos titulos??

    Obrigada se puderem me ajudar!!!

    Fernanda

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Os títulos ficam disponíveis para compra durante muito tempo, até se aproximar do vencimento. Quanto maior a data de vencimento, maior o tempo que ele ainda estará disponível. Para fazer “igual à poupança”, basta comprar o mesmo título todos os meses.

      Abraço!

      • Fernanda

        Entendi direitinho Rafael!!!

        Obrigada vc é 1000!!!

  • Eduardo Felippe

    Boa Tarde!

    Qual melhor maneira de transferir valores (entende-se pagar menos taxas) da CAIXA econ. para Geração futuro (minha corretora) para compra de TD??

    Existem alternativas???
    Abraço!!

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      A diferença entre a taxa cobrada pela Caixa (0,40% a.a.) e pela Geração (0,30% a.a.) é pequena. Não seria melhor continuar na Caixa ou, se quiser realmente economizar, se tornar cliente de alguma das corretoras que não cobram essa taxa?

      Abraço!

      • anderson alves

        é muito fácil se cadastrar em uma corretora eu tenho a socopa e banif para aplicar no tesouro sem custo algum, conforme descrito em comentário anteriores, só tem que negociar ted e doc com o seu banco sem custo, pelo menos um por mês.

  • http://www.tectom.com.br Adriano Paes Carrapato

    Boa tarde Rafael.

    Sirgiu uma duvida que não quer calar.

    Se eu comprar hoje 04/01/2011 o titulo

    LTN 010115 01/01/2015 13,06% – R$ 619,51

    Pagando o minimo De R$ 123,902 por 0,2 de unidade, por ser o valor maximo que posso investir.
    E no me no proximo mês mais 0,2 unidades do mesmo titulo, eles ficam vinculados em um unico?

    É mais inteligente fazer compras de grão em grão ou aplicar esse dinheiro em uma previdencia, sendo que a cada compra de titulos, terei o encargo de 0,10%?

    Ainda assim vale a pena?

    Att.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      É o mesmo título sim. O que muda é o valor de compra, pois varia diariamente. Mas eles serão agregados e pagos de uma única vez, no vencimento.

      Abraço!

  • Fernanda

    Boa Pergunta do Adriano!

    Repito: eles ficam vinculados em um unico titulo? A cada aporte mensal do mesmo titulo eles vão somando os valores, se for assim é bom pois como são juros compostos o ganho será maior, mas se não for….não sei se é uma boa opção!

    Fernanda

  • Eduardo Felippe

    Boa pergunta…..

  • Eduardo Felippe

    Alguem sabe a resposta ai?? Help!

  • Fernanda

    Help… Rafael??

  • Adriano Paes Carrapato

    Ninguem aplicou mais de uma vez no mesmo titulo?

  • Leonardo

    Se comprar os titulos eles se acumulam até fexar em uma unidade. só que se você comprar uma fração de um titulo mensalmente até o vencimento terá o problema da aliquota máxima do IR, caracteriza- se digamos assim, como day-trade.

    BLZ!

    Então tente ajuntar $ para comprar o que querer antes do 2 anos para pagar 15% de IR.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Leonardo,

      Até onde eu sei não há problemas de manter títulos fracionados. Eles serão pagos do mesmo jeito (proporcionalmente) e só sofrerão tributação diferenciada se for comprado com menos de 2 anos para o vencimento.

      Abraço e valeu pela participação em vários artigos!

  • Leonardo

    Ah se quiserem perguntatr para um expert tambem acessem o HC investmentos Já que o rafael tiroiu umas férias.

    Blz e abraço.

  • Leonardo

    ou o pequeno investidor

  • http://aplicareinvestir.blogspot.com/ Adriano Paes Carrapato

    Muito Obrigado!!!

  • FELIPE

    O Rafael saiu de férias??? Pelo menos poderia deixar um aviso no site né, avisando o dia da sua volta. Achei uma falta de consideração para com nós leitores do blog. Dá uma impressão que o cara não tá nem aí com seus leitores.

    • anderson alves

      tá parecendo mulher reclamando do marido pô.

  • Dione Oliveira

    Rafael, ou quem puder me responder…
    Pesquisei aqui no fórum, mas não achei explicação do por que um título como o LTN 010115 (1000 – 629 = 371) que vence primeiro que o NTNF 010117 (1000 – 914 = 86) teria um lucro bem maior, já que no final todos valeriam R$1000,00.
    Só posso está enganado com algo, não faz nenhum sentido.
    Abraço

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      O NTN-F paga cupons semestrais. De 6 em 6 meses você recebe parte do valor que corresponde aos juros prometidos.

      Abraço!

      • Dione Oliveira

        Valeu Rafael, obrigado pela explicação.
        Abraço e sucesso.

  • Dione Oliveira

    Outra pergunta…
    Qual a desvantagem de vender um título antes do vencimento, mesmo já tendo passado 2 anos?
    Um exemplo, compro uma NTNB Principal 150515 e em 2013(IR 15%) eu vendo, eu teria alguma desvantagem em vender antes do vencimento?
    Abraço.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      A possível desvantagem é que o preço de venda pode ser menor que o preço do título. Para vender antes do vencimento, é necessário dar um “desconto”.

      Abraço!

      • Dione Oliveira

        Ah! Não contava com esta, achei que era só aplicar as deduções e os juros he he…
        Obrigado mais uma vez.
        Abraço.

      • Fabianopereirafp

        Como posso consultar o valor desse desconto? E como saber se haverá vantagem ou desvantagem nessa venda?

  • Marcelo Pereira

    Boa Tarde. Primeiramente gostaria de parabenizar pelo excelente trabalho de informação. Não é fácil, mas é muito prazeroso. A minha duvida é a seguinte. No homebroke do Bradesco eu consigo comprar títulos do tesouro. Eu gostaria de saber se os títulos que aparecem ali no Bradesco são os mesmo ou todos que estão disponíveis no site do tesouro. Eu tenho acesso pelo Bradesco, mas não tenho cadastro no site do tesouro. É tudo sincronizado ou tem diferença? Obrigado
    Marcelo

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Consegue sim. OS títulos são os mesmos. A única diferença fica por conta da taxa cobrada pelo Bradesco para essa operação. Existem corretoras que não cobram essa taxa.

      Abraço!

  • José Eduardo

    Olá Rafael,gostei muito de suas explicaçoes sobre investimento.
    Más queria mais uma dica:
    Recentemente comprei um título público com recursos que não usarei por enquanto,no entanto possuo cerca de 4 mil reais mas que usarei daqui um ano,será melhor aplicar em títulos públicos ou deixar na poupança?
    Outra coisa,pago um consórcio de cerca de R$230,00 más já estou quitanto, queria depois da quitação do consórcio,continuar disponiblizando esse valor 230,00 reais para algum investimento,tenho uma previdencia privado da empresa o qual trabalho,seria melhor fazer esse aporte que antes era para o consórcio,ou investir em outra coisa como poupança??

  • M. Rocha

    No caso das LFT como são indexados à Selic tem algum problema de vender antes do prazo??? Exemplo:
    Comprando hoje LFT para 2017, posso vender em 2015 sem perdas se a Selic estiver em baixa???
    No site do TD não fala nada em deixar de “carregar” o título até o vencimento, como nos pré-fixaos, nas desvantagens.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Tem uma mínima taxa de desconto, mas é praticamente sem perdas.

      Abraço!

  • Diego

    Olá Rafael! Ótimo site! Sempre estive por aqui buscando seus aconselhamentos, mas agora chegou a hora tão esperada, a hora de investir. Fiz meu cadastro na Banifinvest e estou para investir uns 20000,00 no tesouro direto.
    Meu objetivo é fazer esse dinheiro render o máximo (sem grandes riscos) e fazer aportes de uns 2.000,00 todos os meses. Estava pensando numa NTN-B (vencimento em 2015), mas também sei que a SELIC está em alta e as LTN’s estão remunerando mais de 12%, isso tudo me confunde. Na sua opinião, o que seria mais indicado para mim?

    Outra coisa: Penso tb em deixar uns 8.000 no CDB, de uma cooperativa de crédito que faço parte, com 95% do CDI sem taxa de administração. O objetivo é ter essa nagra mais próxima para uma eventual necessidade. O que vc acha?

    Abraços e obrigado!!

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      Tanto a NTN-B quanto a LTN são ótimas opções para o momento atual. Com a Selic em alta, a parte fixa da NTN-B e a rentabilidade da LTN estão bem atrativas.

      Quanto ao CDB, a rentabilidade não é lá essas coisas, mas em se tratando de liquidez, vale a pena.

      Abraço!

  • Diego

    Rafael, estou no aguardo de sua resposta!
    Abraço!

  • Arthur

    Bom dia, gostaria de saber sobre a possivel compra:

    Fiz uma compra de 1,0 titulo o que gerou o valor integral do titulo, 840,00, é possivel comprar 0,2 desse titulo, ou seja apenas 20% do valor dele? Estou com dúvida sobre essa referência, é sobre o valor ou 0,2 titulos? aguardo e obrigado.

    • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

      É possível comprar títulos públicos em frações de 1/5 do título. Você, por acaso, comprou exatamente 1 título. Mas poderia ter comprado 1,2 ou 0,8 título. Ou seja, basta multiplicar a quantidade pelo valor de um título e saberá o preço de compra.

      Abraço!

  • Felipe

    Rafael, me ajude com a seguinte situação fictícia de cálculo .

    1 – comprei NTN-B principal em 01/01/2011 no valor de 535,00 vencimento em 01/01/2035 com rendimento IPCA + 5,7%a.a.

    2 – houve um imprevisto e a necessidade de vender para o TD em 01/01/2012

    3 – no dia da venda (01/01/2012) o preço de mercado esteve em 523,00.

    Ignorando as taxas e tributos, a dúvida é a seguinte:
    1 – vou receber 523,00 bruto que é o valor de mercado? e neste caso ter prejuízo

    ou

    2 – vou receber os juros e correções referente à um ano de aplicação + valor de mercado?

    resumindo: vou receber juros ou este será ignorado na venda antecipada e o resgate respeitará o valor exato do título no mercado?

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      A taxa acordada no momento da compra só é garantida se você permanecer com o título até o vencimento.

      No caso de venda antecipada, você pode conseguir um valor maior ou até mesmo menor que o combinado, a depender do valor do título a mercado no momento da venda.

      Veja as vantagens e desvantagens no artigo “Como escolher um título público para investir“.

      Abraço e valeu pela participação!

      • Fabianopereirafp

        E as respostas às perguntas 1 e 2 ???

  • Agodois

    Rafael, estou com dificuldade para saber quais os títulos públicos que estão à venda no mercado. O site do Tesouro Direto é muito confuso (pelo menos na minha opinião). Há algum link direto para isso? Obrigado!

  • Luluzinha687

    MEU BUMBUM E GRANDE

  • Luluzinha687

    E cresce a cada dia

  • Piresrei

    Olá rafael, tenho um titulo LTN010113, e gostaria de resgata-lo nada do seu vencimento
    mais tenho duvidas de como isso deve ser feito. No saite do tesouro direto é tudo muito confuso.
    Teria como vc me explicar como deve ser feito esse resgate, obrigado