Pagamento mínimo do cartão de crédito

38 Flares Facebook 18 Twitter 15 Google+ 2 38 Flares ×

Pagamento mínimo do cartão de créditoO uso do cartão de crédito tem crescido anualmente, tanto no comércio convencional quanto em compras eletrônicas. Apesar da praticidade do “dinheiro de plástico”, o cartão de crédito pode trazer grandes problemas, pois muitos não sabem lidar com o acúmulo de prestações, os juros exorbitantes, utilização do crédito rotativo e pagamento apenas do valor mínimo.

O propósito desse artigo não é fornecer dicas de como utilizar o cartão de crédito de uma forma geral, como gastar menos com cartão de crédito ou até dicas de como se prevenir contra a clonagem de cartões. Até porque já falamos sobre isso anteriormente (clique AQUI, AQUI e AQUI).

A intenção é deixar muito claro o quanto todos nós somos prejudicados ao pagar apenas o valor mínimo. Muita gente não sabe o que significa pagar apenas o mínimo (uns até pensam que se trata de um “benefício” da operadora) e as operadoras não têm a menor intenção de esclarecer essa situação, considerando o quanto elas faturam com essa modalidade de cobrança.

Não pague apenas o valor mínimo!

A primeira e principal informação sobre sobre essa modalidade de pagamento: você não está pagando absolutamente nada do montante principal, mas apenas os juros. Em outras palavras, se você pagar apenas o mínimo e não gastar nada no mês seguinte, o valor da próxima fatura será exatamente igual à fatura anterior.

Para facilitar ainda mais, vou dar um exemplo. Digamos que sua fatura foi de R$ 550, o pagamento mínimo era R$ 50 e os juros mensais do seu cartão custam 10%. Ao pagar apenas os 50 reais, a fatura ficaria em R$ 500. Entretanto, ao aplicar os juros de 10% a.m., a fatura será, no mês seguinte, os mesmos R$ 550. Isso se você não fizer nenhuma outra compra.

Como falei no início, muita gente não sabe disso. E para piorar, as operadoras de cartões de crédito ainda incentivam o pagamento do mínimo, pois muitas vezes o valor do pagamento mínimo tem mais destaque que o próprio valor da fatura. Isso induz as pessoas menos esclarecidas a pagar o valor mínimo.

Educação Financeira: crédito rotativo e pagamento mínimo

Felizmente algumas mudanças podem estar a caminho. Na semana passada, noticiei no twitter do Quero Ficar Rico que lojistas do estado de São Paulo estão se mobilizando contra práticas abusivas das operadoras de cartões de crédito. As principais reinvidicações estão relacionadas ao esclarecimento da população quanto ao crédito rotativo e pagamento mínimo, para evitar o endividamento dos consumidores, criação de uma agência reguladora para o setor e diminuição nas taxas cobradas nas operações com cartões de crédito.

Entretanto, daqui que essas mudanças sejam colocadas em prática e beneficiem os consumidores menos esclarecidos ainda vai levar um bom tempo. Por isso que é importante conhecer como funciona o pagamento mínimo e evitar (na verdade, abolir) essa prática.

Certamente você já se utilizou (ou ainda se utiliza) ou conhece alguém que utiliza corriqueiramente essa prática. Repassem, portanto, essa informação e contribua para a saúde financeira das pessoas.

Assine (é grátis)

Cadastre seu email e receba gratuitamente as atualizações do Quero Ficar Rico!


Atingiu a liberdade financeira e quer ajudar outras pessoas a alcançarem o mesmo objetivo. Continue lendo aqui!

  • Raquel

    Vou mandar para todas as minhas amigas!!! hahaha

  • adcs

    Aconselho a pegar um livro de Matemática Financeira e ler a parte de SAC (Sistema Constante de Amortização) e Sistema Price (Sistema Francês).

  • http://twitter.com/SeabraRafael Rafael Seabra

    Olá Adcs,

    Os valores apresentados são aproximados, não tendo a intenção de demonstrar a exatidão do cálculo, mas o prejuízo em apenas efetuar o pagamento do valor mínimo. Este é o objetivo desse artigo.

    Abraço e obrigado pela participação!

  • adcs

    Oi Rafael

    Obrigado pela resposta, mas eu esqueci de colocar o nome de Raquel no início do texto, eu coloquei o conselho pra ela saber como se calcula.

    Esse artigo do Pagamento Mínimo do Cartão esta de parabens, assim como o do IPTU.

  • Cua_anderson

    caranba tava tentando entende mais com seu comentario entendi completamente vlw

  • BRUNO SANTANA BARROS

    Olá, mas ai no caso, não sendo pago o valor mínimo, no mes seguinte com os juros de 10%, a fatura viria 600,00, que na verade seria o mesmo valor de pagar 50 em um mês e 500 no outro.

    • BRUNO SANTANA BARROS

      550 no outro*

  • Everton

    Dependendo da situação financeira, é uma boa opção. Logicamente que consumidor final acaba perdendo dinheiro, mas consegue utilizar o cartão novamente, e paga apenas o juros como se tivesse atrasado o cartão, não vira bola de neve, porque você sabe que não pagou e tem que pagar o mês posterior, agora se o usuário não tiver condições de segurar 2 fatura para o próximo mês, e pagar novamente o minimo, entra na bola de neve.