4 dicas para ter sucesso em sua vida conjugal e financeira

289 Flares Facebook 222 Twitter 51 Google+ 9 289 Flares ×

4 dicas para ter sucesso em sua vida conjugal e financeiraOlá, amigos leitores. Quero compartilhar hoje um assunto já bem discutido no Quero Ficar Rico, a educação financeira familiar.

Não sei se você sabe, mas a falta de diálogo sobre o “dinheiro” entre casais tem sido o principal motivo de brigas e até de separação nos relacionamentos.

Um estudo publicado pela Revista VOCÊ/SA intitulado “Até que o dinheiro os separe”, mostrou que 66% dos casais entrevistados relataram não falar sobre dinheiro com o parceiro antes de casarem.

Outro dado levantado foi que 39% discordavam quando frequentemente quando o assunto era dinheiro.

Falta de educação financeira

Isto se deve ao fato, do brasileiro não ser educado desde criança a conversar sobre dinheiro e finanças em família.

Ressalto isso porque durante toda a minha trajetória como Assistente Social e também educador financeiro venho acompanhando pessoas e famílias que foram drasticamente desestruturadas por conta de brigas e discussões relacionadas ao dinheiro.

Mas afinal, como sair dessa situação?

Para que você obtenha sucesso em sua vida conjugal e financeira é necessário que você adote alguns princípios de vida e siga algumas orientações.

Vamos lá…

1) Colocar em prática os seguintes princípios de vida

  • Não deixar que o dinheiro seja dono de sua vida. Ao invés disso, faça com ele trabalhe pra você;
  • Parar de impressionar os outros e viva uma vida equilibrada. Gaste menos do que você ganha. E quando gastar, não pense em impressionar os outros;
  • Praticar a educação financeira como princípio de vida pessoal e familiar;
  • Estabelecer metas e planejar a forma que irá alcançá-las;
  • Manter a disciplina na sua vida financeira;

2) Dialogar com o parceiro(a)

O diálogo é uma ferramenta indispensável para um bom relacionamento. Por isso busque sempre conversar com seu parceiro, seja ele namorado(a), esposo(a), companheiro(a) antes de tomar qualquer decisão.

3) Planejar os objetivos

É imprescindível que os seus objetivos estejam alinhados aos objetivos de seu parceiro(a) para que haja harmonia em seu relacionamento. Portanto, busque traçar objetivos e metas mensuráveis e palpáveis. Para saber como fazer isso, sugiro que leia meu e-Book gratuito Como elaborar seu plano de metas.

4) Reunir mensalmente para conversar sobre finanças

Crie o hábito de reunir pelo menos uma vez por mês com seu parceiro(a) para conversar sobre as finanças.

Este momento é destinado para o casal conversar, sobre os anseios e dificuldades ou até mesmo novidades que cada tem vivido.

É neste momento também que poderão fazer ajustes, avaliar os planos e as metas traçadas.

Lembre-se: A educação financeira é fio condutor para o sucesso e qualidade de vida.

Por isso, preze por ter uma vida saudável e equilibrada.

Seu coração agradece…

Um grande abraço e que Deus os abençoe.

Até a próxima!

Imagem: FreeDigitalPhotos.net

Assine (é grátis)

Cadastre seu email e receba gratuitamente as atualizações do Quero Ficar Rico!

  • http://www.facebook.com/people/Pobretão-De-Vida-Ruim/100003513889338 Pobretão De Vida Ruim

    A grande responsável pelas brigas e problemas financeiros é a mulher. Como consome mais e na maioria dos casamentos ganha menos alem de ter uma educação e interesse em finanças menor, elas acabam causando grandes estragos nas finanças da casa. É aquela casa mais ajeitada que elas querem, a reforma que necessita, o sofa novo, tem que sair no minimo 3 vezes na semana para comer fora, viagem obrigatoria anual.

    Se o homem nao conversar ou escolher errado sua esposa ele podera ficar pobre pra sempre como ja mostrei no meu blog.

    • http://twitter.com/educarfinancas Thiago dias Quintino

      Olá amigo agradeço sua participação, mas discordo de sua análise. Penso que o grande problema que os casais enfrentam hoje em dia é o consumismo desenfreado por parte dos dois, a falta de educação financeira e a falta de diálogo entre o casal.

      A solução é seguir as orientações acima apresentadas.

      Abraço.

      • http://www.facebook.com/cesampa Carlos Sampaio

        Eu também discordo. Tem muita mulher que é super controlada que casa com um cara que não está nem aí para as finanças do casal. Compra um carro zero quilômetro quando falta várias coisas em casa.

        • http://twitter.com/educarfinancas Thiago dias Quintino

          Então Carlos Sampaio, penso que para o casal obter sucesso na vida familiar e financeira, os dois necessitam de manter diálogo frenquente e de planejar de forma conjunta seus objetivos.

        • http://www.facebook.com/cesampa Carlos Sampaio

          Então, Thiago. Até concordo com você, mas tem mulher que simplesmente “não quer escutar”. Você fala, ela diz que entende, mas em seguida faz algo fora do planejado. Falo por experiência própria. Por mais que vc tenha boa vontade e sempre tente explicar, quem nunca teve Educação Financeira na vida acha até um absurdo certas coisas que vc faz e/ou fala.
          Então hoje, pra não ficar me desgastando, prefiro admitir e seguir a linha de uma das características de casais descritas no livro do Cerbasi que é algo do tipo “Um carregando o outro” – não me lembro exatamente a descrição.

    • Fernanda Marinho

      Hahahahaha… Pensando desse jeito, não me estranha nada você ser um pobretão de vida ruim…

      • http://www.facebook.com/people/Pobretão-De-Vida-Ruim/100003513889338 Pobretão De Vida Ruim

        A maioria é gastadora sim, nem pensa em economizar, quer é ir para Nova Iorque gastar ou viagens anuais para Europa.

        Vocês são muito ingênuos ou são daqueles que não se pode criticar ninguem.

        • http://www.facebook.com/cesampa Carlos Sampaio

          Fato.

    • http://goldmap.com.br Renato Martins
  • Rooto

    Pobretão, a homossexualidade está aí pra isso!!! FAla serio, a maioria das mulheres é assim. Mas o homem tem que domar a mulher. Vc sendo um capacho dela, ela fará o que quizer com vc meu caro!!

    • http://www.facebook.com/people/Pobretão-De-Vida-Ruim/100003513889338 Pobretão De Vida Ruim

      Não tem essa de domar, ninguem muda a personalidade de alguem.

    • http://www.facebook.com/people/Pobretão-De-Vida-Ruim/100003513889338 Pobretão De Vida Ruim

      Não tem essa de domar, ninguem muda a personalidade de alguem.

      • Edgard

        É cara, então você escolheu a mulher errada, sou casado há 3 anos, e realmente no inicio eu ganhava muito mais do que ela, mas a incentivei nos estudos e hoje ela tem um ótimo emprego. Também temos uma vida muito tranquila, é totalmente ao contrário do que você disse sobre as mulheres, amo minha mulher e temos uma vida financeira exemplar.

  • http://twitter.com/educarfinancas Thiago dias Quintino

    Rafael, gostaria de agradeçer o convite feito pelo Quero Ficar Rico. Creio que este artigo poderá ajudar muitas pessoas e famílias a repensarem suas práticas financeiras.

    Deixo aqui meus sinceros agradecimentos e também o convite para participar no blog Educar Finanças.

    Um grande abraço e sucesso…

    • http://www.queroficarrico.com.br Rafael Seabra

      Thiago,

      Eu que agradeço por esse ótimo texto que você compartilhou com os leitores do Quero Ficar Rico.

      Sinta-se sempre bem-vindo! :)

      Abraço e sucesso!

  • Humberto

    Eu gosto de fazer planejamento financeiro, já minha namorada não pensa muita nessas coisas, comprou um carro financiado, entre outras coisas….será que podemos dar certo ? rs..

    • http://twitter.com/educarfinancas Thiago dias Quintino

      Humberto, se vc está vivendo nesta situação sugiro que você começe a conversar com sua namorada sobre finanças.

      Só assim vocês conseguiram obter sucesso, tanto financeiro como em seu convívio familiar.

    • http://twitter.com/educarfinancas Thiago dias Quintino

      Humberto, se vc está vivendo nesta situação sugiro que você começe a conversar com sua namorada sobre finanças.

      Só assim vocês conseguiram obter sucesso, tanto financeiro como em seu convívio familiar.

  • Fernanda Marinho

    Parabéns, Thiago, por escrever um texto sobre vida conjugal financeira sem cair nos estereótipos machistas que vemos por aí. Parabéns também por abordar a questão das pessoas que estão mais preocupadas em ostentar do quem em ter uma vida financeira saudável. Acho essa lição muito importante.

    • http://twitter.com/educarfinancas Thiago dias Quintino

      Muito obrigado pelo seu comentário, Fernanda.

      Sucesso em sua vida…

      Abraço.

  • http://www.facebook.com/profile.php?id=100001551722452 Keila Maidana

    Fantastico!

    • http://twitter.com/educarfinancas Thiago dias Quintino

      Obrigado pela sua contribuição.

      Abração…

  • cris

    ola, o problema é a informacao, leu muito, estou sempre informada, porem vejo que os jornais e revistas e corretoras sao tendenciosas, nunca sabemos se estao falando a verdade ou nao, estamos sempre na duvida onde investir , o que e certo ou errado, isso sim causa briga, um exemplo e o caso das eletricas, estudei os fundamentos da geti4 , fui ate empresa , uma maravilhosa empresa, com bons fundamentos e bons dividendos, porem minha corretora e a do meu marido fica ligando para nos forçando-nos a vender o papel, isso tem causado muitos brigas entre nos, e o interresse da corretora x fundamentos.

    • http://twitter.com/educarfinancas Thiago dias Quintino

      Cris, precisamos dia-a-dia estarmos antenados em tudo o que acontece ao nosso redor. Outra coisa é que precisamos buscar informações em fontes confiávies, pois isso nos garante segurança.

      Uma sugestão que lhe dou é que antes de investir, seja no mercado de ações, renda fixa ou no ramo imobiliário, invista em conhecimento e informação. Procure participar de cursos palestras oferecidas por instituições cedenciadas para conhecer o mercado financeiro. Depois de ter um bom conhecimento sólido nesse asssunto o próximo passo é ingressar nesse mercado.

      Agradeço seu contato e espero que lhe ajudado.

      Um grande abraço.

  • Tatiane

    Nõa concordo com pobretão de vida ruim, sou mulher, esposa e mãe. Nunca gasto o dinheiro do meu marido sem antes perguntar sua opinião a não ser coisas do gasto cotidiana mesmo e conheço muitas mulheres que seguram até mais que o marido inclusive eu. Não há necessidade de generalizar, pode ser a maioria mas não todas

  • Jean Mesadri

    Bom texto, agradeço pelas dicas. Realmente, se pudéssemos resumir isso tudo, seria o famoso “bom senso”.

    • http://twitter.com/educarfinancas Thiago dias Quintino

      Muito obrigado pela contribuição amigo.

      Abração…

  • Vinicius

    Não tem como enviar esse artigo por email?
    Preciso enviar para minha namorada…

    Já fica uma dica para incrementar o site, adicionar junto aos botões de compartilhamento em rede social, um botão de compartilhamento por email (se não existir, pq realemnte eu não achei, vou ter q copiar o link e abrir minha conta de email, etc, etc…. )

    Parabéns pelo blog e pelo artigo!!!

    • Thiago dias Quintino

      Olá Vinícius. Infelizmente pelo que eu vi não é possível. Mas você pode imprimir o artigo ou copiá-lo, desde que cite a fonte e o autor.
      Muito obrigado pela participação e pelas contribuições.

  • Anatalia

    Olá Rafael! Que ótima oportunidade para reflexão! Acho que a questão vai mais além que simplesmente atribuir a culpa do insucesso financeiro (e conjugal) ao homem ou à mulher. Aprendi que todos estão certos, considerando sua cultura, suas prioridades, seu modo de pensar e ver o mundo. O desafio mesmo é conquistar o(a) parceiro(a) a pensar junto em prol de um objetivo comum. Estou nesse desafio: pensar e agir em harmonia com meu esposo para prosperarmos!

    O site é fantástico! Precisava disso… muitas pessoas precisam

    • Thiago dias Quintino

      Olá Anatalia. Muito obrigado pelo seu depoimento. Fico muito feliz por ter contribuído com a informação.